Loader Image

NOTÍCIAS

Mesa redonda reúne turmas do 2º ano

Mesa redonda marcou a reta final dos trabalhos das turmas do 2º ano do Ensino Fundamental I para a Feira do Conhecimento, cujo tema é 150 anos da Tabela Periódica – “O Mapa da Química”. 

O encontro reuniu cinco médicos, que conversaram com os alunos sobre o subtema pesquisado: “Os elementos químicos e o sistema locomotor”. A atividade aconteceu na tarde do dia 30 de agosto. 

Os convidados foram Candice Dala Rosa Soares, Fernanda Tames Zambrana Enomoto, Lívia Carvalho Rodrigues, Raphael da Costa David e Thalita Amaral Amaro, todos pais de alunos da Turma F21. 

Durante todo o projeto da feira, os alunos estudaram sobre o sistema locomotor e as funções do esqueleto. Os profissionais da mesa redonda contribuíram, especialmente, para informar aos alunos sobre a importância de alguns elementos químicos para a saúde do nosso corpo. 

Durante a atividade, os alunos tiveram a oportunidade de fazer várias perguntas e, de forma bem interativa, ampliar os conhecimentos.

Fonte: Agência Contexto

Leia Mais
...
24 de setembro de 2019

Mesa redonda reúne turmas do 2º ano

Turmas do 5º ano na reta final para a Feira 2019

Palestra com geólogo e oficina com engenheiro eletricista marcaram a reta final para a Feira do Conhecimento do Curso G9 dos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental I. As atividades aconteceram nos meses de agosto e setembro e uniram a curiosidade com o conhecimento adquirido. 

O tema da Feira é 150 anos da Tabela Periódica – “O Mapa da Química” e o subtema das turmas do 5º ano: “Por que o cobre é o metal mais utilizado na condução de energia elétrica?”. Foram várias pesquisas feitas em sala de aula e em casa que despertaram nos alunos vários questionamentos e indagações sobre o cobre, sua extração e sua utilização. 

Para sanar as dúvidas, o geólogo Ricardo Re  foi convidado para ministrar uma palestra sobre os minerais e sobre a geologia, a qual ampliou o conhecimento das crianças. Durante a palestra, Ricardo contou como é o processo de mineração do cobre e de outros materiais, além de mostrar aos alunos como funciona o estudo da geologia e a profissão do geólogo. 

“Esse tipo de atividade é interessante, porque além de todo o aprendizado que os alunos adquirem, eles começam a ver que existem outras profissões, além das tradicionais, como médico e engenheiro”, contou Ricardo.

Sobre o Cobre

Estudando sobre o cobre, os alunos do 5º ano descobriram que é muito utilizado em circuitos elétricos, devido à alta condutividade e o ótimo custo benefício desse elemento químico. Após as pesquisas, foi proposto aos alunos criarem uma maquete de algum ambiente que utilize circuitos elétricos e que acenda luzes de LED. Para ajuda-los, o engenheiro eletricista João Guilherme foi à sala de aula ensinar como criar seu próprio circuito elétrico. Com o conhecimento adquirido, cada aluno construiu seu projeto, utilizando o circuito elétrico construído em sala de aula.  Essa atividade estará exposta na Feira nos dias 13 e 14 de setembro. 

“É muito legal fazer esse trabalho, porque a gente aprende como fazer um circuito elétrico, como é conduzir eletricidade de forma divertida”, disse a aluna Sofia Fortes Souza (Turma F51), que estava empolgada com o trabalho da Feira. 

A aluna Gabriela Camila Rennó Campos (Turma F52) também ficou animada com o projeto: “Eu achei muito legal, foi bem divertido montar um circuito elétrico. Aprendi que o cobre é muito bom para a eletricidade e ele não é tão caro”, contou. 

Com todas as maquetes montadas, os alunos fizeram uma apresentação em sala para seus colegas, mostrando como cada trabalho tinha ficado. Essa atividade aconteceu na tarde do dia 02 de setembro e reuniu os alunos das duas turmas, que puderam prestigiar e conhecer o trabalho dos colegas.

Fonte: Agência Contexto

Leia Mais
...
24 de setembro de 2019

Turmas do 5º ano na reta final para a Feira 2019

Educação Infantil realiza experimento de vulcão

Experiências químicas, trabalho em equipe e muita diversão marcam os trabalhos da Feira do Conhecimento 2019 da Educação Infantil. 

O tema da Feira é os 150 anos da Tabela Periódica – “O Mapa da Química”. O subtema das turmas do Maternal é “Elementos na diversão”. Os alunos fizeram diversos experimentos em sala de aula e em casa para ver como a química está presente no nosso dia a dia. As turmas do Jardim trabalharam com o subtema “Elementos Químicos na alimentação” e descobriram os mais diversos elementos presentes nos alimentos que consumimos diariamente. 

Projeto Vulcão

O projeto do Vulcão veio para integrar todas as turmas da Educação Infantil, de forma que eles realizassem um trabalho unificado. Essa atividade conseguiu englobar os dois temas trabalhados, pois uniu os experimentos químicos das turmas do Maternal com os elementos químicos vistos, na cozinha de casa, pelos alunos do Jardim. A atividade foi dividida em três partes: a montagem da maquete, a pintura e o experimento químico da erupção do vulcão, utilizando bicarbonato de sódio e vinagre. 

Além de ser um trabalho para Feira, esse projeto contou com a participação de todas as professoras regentes, das assistentes do segmento e dos professores de inglês Marco Antonio Gomes Carneiro e Ildefonso da Silva Lemes Neto, responsáveis pelas aulas de Inglês da Educação Infantil no Programa Bright Futures. 

“Esse tipo de projeto é interessante porque os alunos, além de aprenderem um vocabulário de inglês, têm uma vivência nova, aprendem a ajudar os colegas, a compartilhar e a trabalhar com crianças de outras idades”, contou o professor Marco Antonio, que acompanhou os alunos durante o projeto. “Essa atividade trabalhou desde aspectos pedagógicos até experimentos químicos, e isso tudo conversando em inglês”, concluiu.

Leia Mais
...
24 de setembro de 2019

Educação Infantil realiza experimento de vulcão

Ensino Médio faz Oficina de Sabão e Sabonete

Alunos da 1ª série do Ensino Médio do Curso G9 deram continuidade à Oficina de Sabão/ Sabonete, que havia começado no semestre passado. A atividade faz parte do projeto interdisciplinar de Ciências Naturais e tem como tema principal a Sustentabilidade. A segunda etapa dessa atividade aconteceu em 5 de setembro, no Laboratório de Ciências do colégio. 

“Com esse tipo de projeto, os alunos percebem a questão do dimensionamento, de planejar uma atividade futura. Eles entendem todo o processo que devem seguir para conseguir a produção”, disse o professor de Química do G9, Glauber Luz. “Além disso, aprendem sobre a questão do mercado consumidor, pois um dos produtos tem um foco maior na venda, então tem que chamar a atenção esteticamente e o outro tem um foco na usabilidade, então deve render mais e ser mais durável”, explicou. 

Para o professor, “o mais importante é que os alunos veem como a química se aplica na produção artesanal e que também pode despertar vocações tanto na área de química quanto na área de planejamento e administração”, disse. 

Oficina

No primeiro semestre de 2019, os alunos foram ao Laboratório de Química da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) para aprender como fazer sabão utilizando óleo, soda cáustica e outros elementos químicos. 

Depois de aprenderem como fazer o sabonete, decidiram pela produção em larga escala para venderem o produto no Bazar Solidário – todo o recurso será aplicado no Projeto Natal Solidário, que acontece no final do ano.

Fonte: Agência Contexto 

Leia Mais
...
24 de setembro de 2019

Ensino Médio faz Oficina de Sabão e Sabonete

Simulação do Conselho de Segurança da ONU

Debates, política de aliança e muita pesquisa marcaram a Simulação do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) dos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental II do Curso G9. A atividade, realizada em 6 de setembro, integra o trabalho interdisciplinar de Geografia, Espanhol, Inglês e Português. 

“O objetivo dessa atividade é que os alunos tenham a capacidade de argumentar, discutir e chegar a alguma conclusão de consenso”, explicou a professora de Geografia, Marília Gil de Souza, idealizadora do projeto.  “Outro fator é que, com essa atividade, eles ficam atentos aos problemas enfrentados por outros países, como é o caso da Venezuela”, completou. 

A Simulação do Conselho de Segurança da ONU é uma atividade que acontece anualmente no Curso G9, com os mais variados temas. Este ano, o escolhido foi a Questão da Venezuela. Para realizar o projeto, os alunos são divididos entre os diversos países que compõe o Conselho de Segurança da ONU. Cada grupo precisa estudar o posicionamento de seu país sobre a questão, ler notícias na mídia e pesquisar sobre o tema em livros. 

A atividade começou no segundo bimestre, nas aulas de Geografia, quando os alunos começaram a pesquisar sobre o país vizinho. Além das pesquisas, tiveram aula sobre a crise que esse país vive e, como forma de enriquecer ainda mais ainda o projeto, foi realizado um Seminário sobre a Crise na Venezuela, ministrado pelo venezuelano Alexander Albarrán. 

Conselho de Segurança

Durante a Simulação deste ano, cada aluno defendeu o ponto de vista de seu país, apresentando dados para defender sua argumentação. Além disso, como parte da atividade, cada aluno teve que escrever um “Documento de Posição Oficial”, seguindo algumas regras específicas que demonstrasse qual o posicionamento de cada país. 

Após os argumentos apresentados, os alunos propuseram soluções para ajudar a Venezuela e seu povo. As ideias que apareceram foram desde o envio de ajuda humanitária, até uma possível intervenção militar no país. Ao final da simulação houve uma votação para decidir qual proposta era a mais válida para solucionar o problema. 

Como cada turma realizou o trabalho de forma independente: houve dois resultados para as mais diversas propostas levantadas. A Turma F92 concordou em votação que o envio de ajuda humanitária é a melhor solução para a atual tensão política vivida no país. Já a Turma F91 não chegou a nenhum acordo, pois em nenhuma proposta apresentada os alunos conseguiram a maioria dos votos.

Leia Mais
...
24 de setembro de 2019

Simulação do Conselho de Segurança da ONU

Cardápio do ConViver: de 09 a 13 de setembro

 

 

09/09 | SEGUNDA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Soja, Acelga, Chuchu Com Ovos, Salada Marroquina. Prato Principal: Bife Acebolado com Bacon. Opção/Vegetariano: Filé de Frango, Rondele Quatro Queijos com Molho Branco, Bolinho de Soja. Guarnição: Couve-flor com Ervas Finas e Queijo. Fruta: Melão

 

10/09 | TERÇA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Feijão Branco, Rúcula, Beterraba Cozida, Macarronese. Prato Principal: Filé de Frango à Milanesa. Opção/Vegetariano: Filé de Frango, Tomate com Queijo, Carne Suína em Cubos. Guarnição: Creme de Milho. Fruta: Salada de Frutas.

 

11/09 | QUARTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Lentilha, Repolho Roxo, Vagem com Ervas Finas, Salada Bifum. Prato Principal: Peixe ao Molho. Opção/Vegetariano: Filé de Frango, Torta de Legumes, Guisado Misto. Guarnição: Mandioca Sautée. Fruta: Uva.

 

12/09 | QUINTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Milho, Agrião, Abobrinha, Cuscuz de Quinoa. Prato Principal: Carne Assada ao Alho. Opção/Vegetariano: Filé de Frango, Batata Recheada com Frango, Batata Recheada com Queijo. Guarnição: Espaguete na Chapa. Fruta: Melancia.

 

13/09 | SEXTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Grão de Bico, Almeirão, Quiabo e Salada Marroquina. Prato Principal: Assado Mineiro. Opção/Vegetariano: Filé de Frango, Abobrinha Recheada, Escondidinho de Carne. Guarnição: Couve Refogada Alho e Óleo. Fruta: Salada de Frutas.

 

 

Leia Mais
...
09 de setembro de 2019

Cardápio do ConViver: de 09 a 13 de setembro

Tabela

Os 150 anos da Tabela Periódica é tema da Feira do Conhecimento 2019 do Curso G9. O evento, que será aberto à visitação pública nos dias 12 e 13 de setembro, tem como slogan “Tabela Periódica: O Mapa da Química”. 

A Feira do Conhecimento é o maior e mais tradicional projeto pedagógico do Curso G9 que, neste ano, está em sua 25ª edição. A atividade envolve alunos do Maternal à 2ª série do Ensino Médio em trabalhos de pesquisa, separados por subtemas (veja abaixo), que começam logo no início do ano letivo. 

Durante o trabalho de levantamento de dados e informações, os alunos participam de palestras, seminários e visitas técnicas. Este ano, houve seminário sobre Química, palestra sobre Radioatividade, plantio de feijões na horta da escola e experiências químicas, entre outras atividades.

Ao final, apresentam as pesquisas realizadas a uma banca de avaliação, formada por professores, coordenadoras pedagógicas, diretores e convidados. Além disso, há uma equipe responsável pela ambientação externa da escola durante a Feira do Conhecimento, que acontecerá em setembro. Essa equipe é formada por alunos das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio, com a orientação da professora de Arte, Anabel Faria Floriano Ribeiro.

Confira os subtemas da Feira do Conhecimento do 2019:

 

AMBIENTAÇÃO

O papel fundamental da Química na evolução das artes plásticas – na descoberta e produção de tintas e no uso dos metais, minerais e rochas nas esculturas

 

EDUCAÇÃO INFANTIL

Elementos na diversão – Turmas do MaternalElementos químicos na alimentação – Turmas do Jardim

 

ENSINO FUNDAMENTAL I

Cálcio e a saúde dos dentes e dos ossos – Turma F11 e F12Os elementos químicos e o sistema locomotor – Turmas F21 e F22Alumínio, o metal eternamente reciclável – Turmas F31 e F32Da ciência para minha casa – Turmas F41 e F42Por que o cobre é o metal mais utilizado na condução de energia elétrica? – Turmas F51 e F52

 

ENSINO FUNDAMENTAL II

Sódio: mocinho ou vilão para a humanidade? – Turma F61Os elementos químicos da Terra explicam a ausência de vida em Marte? – Turma F62Como o ouro e a prata levaram o homem a explorar novas terras – Turma F71Como a busca por elementos valiosos escravizou populações em diferentes momentos da história – Turma F72Elementos radioativos: histórias, perspectivas e mitos (Benefícios da Radiação) – Turma F81Elementos radioativos: histórias, perspectivas e mitos (Malefícios da Radiação) – Turma 82Estrelas: O útero onde são gerados os elementos – Turma F92Metais pesados: não vivemos sem eles, mas morremos com eles – Turma F91

 

ENSINO MÉDIO

Elementos químicos e suas ações preventivas e corretivas no tratamento do câncer – Turma M11Química, tecnologia e inovação – nanociência – Turma M12A corrida espacial e a busca por elementos químicos novos/conhecidos – Turma M21O trem de ferro das Minas Gerais – Turma M22

Fonte: Agência Contexto

Leia Mais
...
06 de setembro de 2019

Tabela

Ensino Médio realiza projeto sobre RAP

A primeira atividade do projeto foi uma roda de conversa sobre RAP, que aconteceu em março deste ano. A culminância do projeto aconteceu nas noites dos dias 22 e 23 de agosto, na própria escola e lotou a sala com pais, alunos e convidados, que puderam prestigiar a exibição dos clipes realizados. Durante a noite, aconteceram intervenções artísticas, interpretações de letras dos Racionais e as apresentações dos clipes que os alunos fizeram durante o bimestre. 

Os temas abordados foram desde desigualdade social até a violência contra a mulher. As apresentações tiveram como objetivo chamar a atenção dos presentes para a realidade que acontece diariamente no Brasil. Além disso, o preço do convite para assistir às apresentações foi um quilo de alimento não perecível, que será doado para uma instituição de Itajubá.

 

Ritmo e poesia marcaram a apresentação final do Projeto de Linguagens das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio do Curso G9, que aconteceu nos dias 22 e 23 de agosto. O projeto teve como base o livro “Sobrevivendo no Inferno”, do grupo “Racionais MC’s”, que é obra obrigatória no vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na categoria Poesia. 

Como forma de trabalhar o livro e os conteúdos nele retratados, de forma mais lúdica e interativa, foi proposto aos alunos um trabalho interdisciplinar, que envolveu Literatura, Inglês, Espanhol, Dança, Redação, Música e Teatro. Para esse projeto, os alunos deveriam compor uma letra de RAP e interpretá-la em um clipe, com música e dança. Além disso, a música composta deveria ter trechos em Inglês e Espanhol.

 

Leia Mais
...
04 de setembro de 2019

Ensino Médio realiza projeto sobre RAP

Ameride, uma semana dedicada ao canto coral

Ameride – História

O nome AMERIDE é o resultado da combinação de dois nomes que representam as populações menos favorecidas da América Latina. AMER, de AMERíndios e IDE de negroIDE. A intenção é render homenagem aos Ameríndios (índios americanos) e aos Negroides (negros trazidos da África como escravos), os quais são ancestrais de nosso continente americano. Sem se esquecer da importante influência de países como Espanha e Portugal, o evento adquire características ibero-americanas e está aberto a receber grupos do Velho Continente. 

O Ameride nasceu de um projeto comum do venezuelano Alexander Albarrán e do brasileiro André Carnevalli, em 2011. A ideia era desenvolver um evento socioeducativo de alta qualidade vocal e organizativa, por meio da participação de corais de toda a América Latina. 

Nas cinco primeiras edições, o Ameride aconteceu em São Lourenço, no Circuito das Águas mineiro, reuniu 110 grupos de Canto Coral de países como Chile, Argentina, México, Venezuela, Equador, Uruguai, Colômbia e Brasil. 

A partir de 2013, Pedralva e Itajubá receberam extensões dos concertos internacionais, coordenadas pelo maestro João César da Silva – em Itajubá, as apresentações aconteceram no Curso G9. Desde 2017, o evento é realizado em Itajubá, em uma parceria do Curso G9 com o Comitê Realizador do Ameride.

Uma mistura harmônica de vozes, cores e sotaques tornaram a semana de 26 a 31 de agosto de 2019 um verdadeiro caldeirão cultural com a realização do Ameride – Festival Internacional de Corais. O evento, correalização do Curso G9, aconteceu pela terceira vez consecutiva em Itajubá. Nesta edição, reuniu 28 corais, com delegações de 7 países, em um total de 730 pessoas. As apresentações gratuitas aconteceram em escolas, igrejas, na Concha Acústica e no Teatro Municipal Christiane Riera. 

“A música é uma prática cultural e social,  uma linguagem que todos nós entendemos”, disse a diretora pedagógica do Curso G9, professora Maria Aparecida Fernandes. “É por isso que o G9, em harmonia com seu  projeto pedagógico, procura sempre promover atividades culturais. Mas só o fazemos porque contamos com parceiros que nos apoiam e, juntos, conseguimos oferecer importantes atividades culturais para a nossa comunidade”, completou. 

O evento teve apoio institucional da Prefeitura de Itajubá e patrocínio cultural da Clin-Med Serviços Hospitalares e  da Sicredi. Também contou com parcerias dos hotéis Oriente, Centenário, BaHiti e Poeta Flat e dos restaurantes Sem Nome, Carvão a Lenha e Espaço ConViver – do Curso G9. 

“Gostaria de agradecer a oportunidade de, pelo terceiro ano consecutivo, estarmos juntos para promover uma semana de alegria para Itajubá, por meio do canto coral. Nesse ritmo de interação e de troca, a gente fica muito feliz e grato, principalmente, ao Curso G9. A gente entende essa missão deles de sempre trazer o que há de melhor na cultura para a nossa cidade”, ressaltou o secretário municipal de Cultura, Massoud Nassar. 

Ameride 2019

A direção geral do Ameride é do maestro venezuelano Alexander Albarrán, com coordenação geral  do maestro João César da Silva, que também é professor de Música e regente da Orquestra Experimental do Curso G9. O Ameride é dividido em três eventos. Além do Festival Internacional de Corais, no qual diversos corais do Brasil e da América Latina apresentaram músicas que representam a cultura de cada país, foram realizados o XIII Seminário Internacional de Regência Coral e o VI Concurso Internacional de Corais. 

“Para mim, a realização do Ameride é muito especial, é uma emoção muito grande poder compartilhar isso com vocês, que acreditam nesse projeto feito com muito carinho e amor”, disse Alexander Albarrán. “ Quero agradecer às delegações do México, do Peru, da Venezuela e da Argentina; à maestrina Elisabeth Delplanque, da França; aos maestros Xavier Font, do Uruguai; David Arontes, do México e a todos os representantes do Brasil. Foram seis dias de muita atividade, de muito aprendizado e muita partilha. Temos certeza de  que o Ameride chegou em Itajubá para ficar”, completou. 

Para o maestro João César, o Ameride 2019 teve uma evolução muito importante por aumentar o número de coros e de países participantes. “A interação entre as culturas e a troca entre as pessoas, na área da música, mostra-nos que não estamos sozinhos. Podemos nos unir pela música – nem mesmo a barreira da língua nos impediu de ter uma semana muito rica e proveitosa”, explicou. “É uma satisfação muito grande, para nós da direção e da coordenação, ter parceiros que agregam valor ao evento e possibilitam tornar o Ameride cada vez mais importante no cenário coral e musical da região. Esperamos continuar com esse apoio, que possibilita o convívio de povos e culturas diferentes e a partilha da boa música e de bons momentos”, finalizou. 

Guias e Tradutores

Pelo segundo ano consecutivo, alunos do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio do Curso G9 atuaram como guias e tradutores para os corais e maestros ibero-americanos que vieram a Itajubá participar do Ameride 2019. O projeto permitiu aos alunos exercitar o aprendizado em língua espanhola, conhecer novas culturas e respeitar, na prática, as diferenças culturais e linguísticas. 

Eles foram escolhidos de acordo com a fluência, a capacidade de comunicação e articulação em espanhol e tiveram a supervisão da professora de Espanhol, Eloiza M. Nunes Montanari. No Curso G9, o estudo da língua espanhola é oferecido aos alunos do 6º ano do Fundamental II ao 3º ano do Ensino Médio. 

Participaram, também, do Ameride a Orquestra Experimental G9,  o Coral Infantil G9 Encanto e o Coral Mantiqueira-G9. Houve, ainda, a participação do Coral Infantil do 4º Laboratorinho Coral de Itajubá, evento realizado em julho deste ano, com a correalização do G9.

Leia Mais
...
03 de setembro de 2019

Ameride, uma semana dedicada ao canto coral

Curso G9 é destaque no I Festival de Xadrez

“O I Festival de Xadrez da Cidade de Itajubá foi um grande sucesso, contou com mais de 130 inscrições (somando-se os três eventos) e teve mais de 20 atletas ranqueados pela Federação Internacional de Xadrez, dentre esses, dois titulados, o Grande Mestre Everaldo Matsuura e o Candidato a Mestre e destaque municipal ,o atleta Renan de Souza Stockler Morais, de 12 anos, também do Curso G9”, disse o professor de Xadrez do Curso G9, Antônio Martins. 

Todos os dois torneios foram disputados em categoria única, no sistema suíço de emparceiramento em oito rodadas. Ao final do torneio, seguindo a classificação geral, premiaram-se os cinco melhores de cada torneio e mais os melhores SUB 11, SUB 15, Feminino e Veterano. 

Seguem as classificações de cada um dos nossos alunos em cada torneio: 

Festival de Xadrez Rápido FIDE:

http://chess-results.com/tnr463095.aspx?lan=1&art=1&fed=BRA&turdet=YES&flag=30

 

Vivian dos Santos: 9º Lugar no Geral e Melhor Atleta no Feminino.

Pedro Esteban: 10º Lugar no Geral e Melhor Atleta no SUB 15.

Renan de Souza Stockler: 19º Lugar no Geral e 2º melhor Atleta no SUB 15.

Enzo de Almeida: 20º Lugar no Geral e Melhor Atleta no SUB 11.

Filipe Daves: 22º Lugar no Geral e 2º melhor Atleta no SUB 11.

Andre Bernardo: 29º Lugar no Geral e 5º melhor Atleta no SUB 11.

Daniel David Rezeck: 30º Lugar no Geral e 6º melhor Atleta no SUB 11.

 

Festival de Xadrez Blitz FIDE:

http://chess-results.com/tnr464239.aspx?lan=10&art=1&turdet=YES&flag=30

 

Renan de Souza Stockler: 4º Lugar no Geral e melhor Atleta no SUB 15.

Vivian dos Santos: 6º Lugar no Geral e Melhor Atleta no Feminino.

Pedro Esteban: 7º Lugar no Geral e 2º melhor Atleta no SUB 15.

Andre Bernardo: 15º Lugar no Geral e melhor Atleta no SUB 11.

Enzo de Almeida: 25º Lugar no Geral e 3º melhor Atleta no SUB 11.

Daniel David Rezeck: 30º Lugar no Geral e 5º melhor Atleta no SUB 11.

 

Alunos do Curso G9 se destacaram no I Festival de Xadrez de Itajubá, que aconteceu em 24 e 25 de agosto, na Praça de Esportes da Prefeitura municipal de Itajubá. São eles: Vivian dos Santos, Pedro Esteban, Renan de Souza Stockler, Andre Bernardo e Enzo de Almeida. 

O evento foi um realização da Confederação Brasileira de Xadrez, com organização da Genius – Academia de Xadrez e apoio da Prefeitura Municipal de Itajubá, Curso G9, Colégio Sagrado Coração de Jesus, Colégio Empreender, Colégio Anglo e Hotel Poeta Flat. 

Esse foi o primeiro evento aberto realizado no município oficializado pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE). O evento ofereceu três atividades distintas a seus participantes: no dia 24 de agosto, aconteceu o Campeonato de Xadrez Rápido válido para obtenção e cálculo de Rating FIDE; no dia 25, mais duas atividades: na parte da manhã, Simultânea com o Grande Mestre Everaldo Matsuura e, à tarde, o Torneio de Xadrez Blitz, válido para obtenção e cálculo de Rating FIDE (veja classificação dos alunos abaixo). 

O evento teve como atração principal o Bicampeão Brasileiro Everaldo Matsuura – o Grande Mestre participou de todas as três atividades. Sagrou-se campeão nos dois torneios ao obter 100% dos pontos possíveis e, na simultânea, enfrentou 30 jogadores ao mesmo tempo, vencendo 29 partidas e empatando apenas uma, com o nosso atleta destaque Pedro Esteban Arango, de 14 anos, aluno do Curso G9.

Leia Mais
...
02 de setembro de 2019

Curso G9 é destaque no I Festival de Xadrez

Cardápio do ConViver: de 02 a 06 de setembro

 

02/09 | SEGUNDA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Ovos de Codorna, Cenoura Ralada, Milho e Repolho. Prato Principal: Pernil Assado. Opção/Vegetariano: Iscas de Carne, Abobrinha Recheada e Filé de Frango. Guarnição: Macarronada.  Fruta: Abacaxi.

 

03/09 | TERÇA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Salpicão de Frios, Beterraba Cozida, Feijão Branco e Agrião. Prato Principal: Estrogonofe. Opção/Vegetariano: Carne Moída com Legumes, Hambúrguer de Soja e Filé de Frango. Guarnição: Batata Frita de Forno. Fruta: Salada de Frutas.

 

04/09 | QUARTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Maionese, Lentilha, Quiabo e Salada Tricolor. Prato Principal: Frango Refogado. Opção/Vegetariano: Linguiça de Forno Acebolada, Bolinho de Soja e Filé de Frango. Guarnição: Farofa de Ovos.  Fruta: Mamão.

 

05/09 | QUINTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Abobora Madura, Pepino, Berinjela e Rúcula. Prato Principal: Lagarto Assado. Opção/Vegetariano: Lasanha de Frios, Berinjela com Queijo e Filé de Frango. Guarnição: Vagem com Ervas Finas.  Fruta: Manga.

 

06/09 | SEXTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Couve-Flor, Mista de Folhas, Fava e Tomatinho Cereja com Frios. Prato Principal: Peixe Grelhado. Opção/Vegetariano: Quibe Recheado Assado, Pimentão Recheado e Filé de Frango. Guarnição: Jardineira de Legumes. Fruta: Uva.

Leia Mais
...
31 de agosto de 2019

Cardápio do ConViver: de 02 a 06 de setembro

Dia dos Pais tem brincadeiras e oficinas

Sorrisos, abraços apertados e muitas demonstrações de carinho marcaram as atividades em homenagem ao Dia dos Pais do Curso G9, que reuniu a comunidade escolar em uma manhã repleta de atividades, no dia 17 de agosto. Aconteceram várias Oficinas de integração entre pais e filhos. 

“Foi muito bom, adorei as atividades”, contou Ivan de Souza, pai do aluno João de Jesus, da Turma E32, da Educação Infantil. “Foram muito bacanas as oficinas e a integração que elas permitiram entre os pais, os alunos, os professores e os funcionários. Pude conhecer vários coleguinhas do nosso filho”, completou. 

Durante a manhã, as atividades foram distribuídas pela escola, de modo que cada família pudesse escolher em qual participar. Houve oficina de literatura, atividades recreativas e esportivas, atividades de artesanato e oficina de Música, na qual os pais ensaiaram com seus filhos uma música para cantar para todos ao final da manhã. 

Além das Oficinas, um delicioso café, com várias frutas, bolos, salgados e sucos, recheou a manhã. Apresentações musicais, que contaram com a participação de pais, alunos e funcionários os quais apresentaram músicas em homenagem ao Dia dos Pais. 

O Curso G9 presa pela união da família e da escola na educação das crianças. Veja, também, como foram as atividades em homenagem ao Dia das Mães, que aconteceram, ainda, em maio deste ano.

Leia Mais
...
29 de agosto de 2019

Dia dos Pais tem brincadeiras e oficinas

Comunicação e Design são temas do Guia

Desde o começo do ano já aconteceram sete edições do Guia de Profissões. Veja a seguir outras atividades desse projeto pedagógico do Curso G9: visita técnica à Faculdade de Medicina de Itajubá e palestra sobre Engenharia Aeronáutica; palestra sobre os cursos de Engenharia e Administração da Universidade Federal de Itajubá (Unifei); as engenharias do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel); as carreiras do Direito; e uma visita ao campus da Unifei, durante a realização do projeto Unifei de Portas Abertas.

Mais duas atividades marcaram o projeto Guia de Profissões do Curso G9, que tem como objetivo auxiliar os alunos na tomada de decisão de qual curso seguir no ensino superior. Ambas as atividades aconteceram no dia 19 de agosto e reuniram alunos do Ensino Médio da escola. 

A primeira atividade foi uma apresentação do projeto de extensão da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) Cheetah E-Racing – uma equipe formada por alunos da universidade que constroem carros de corrida, com o objetivo de participar das mais diversas competições. 

Durante a palestra, os alunos do G9 puderam conhecer como funciona o projeto de extensão da Unifei, além de verem o leque de oportunidades que se abre para aqueles que buscam na faculdade não só uma graduação, mas toda uma experiência de vida. 

Comunicação e Design

A segunda atividade foi sobre Comunicação e Design e contou com a presença de duas convidadas: para a área de Comunicação, foi convidada Lícia Barros Gonçalves (abaixo), que é formada em Letras, é tradutora e empresária na área de comunicação e tradução; já na área de Design, a convidada foi Lúcia Carvalho Moreira Dias (acima), que é Design Gráfica, doutora em Comunicação e professora na Unifei. 

Durante a atividade, Lícia contou um pouco sobre sua trajetória profissional, como funciona a área de tradução e incentivou os alunos a buscarem trabalhar em uma área que lhes desperte interesse. Lúcia apresentou aos alunos as diferentes áreas de atuação de um designer e mostrou que o trabalho desses profissionais está presente diariamente em nosso cotidiano.

 

Leia Mais
...
27 de agosto de 2019

Comunicação e Design são temas do Guia

Cardápio do ConViver: de 23 a 30 de agosto

 

 

26/08 | SEGUNDA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Salada Argentina, Acelga, Lentilha e Cenoura Ralada. Prato Principal: Pernil Acebolado. Opção/Vegetariano/ Argentina: Bife à Milanesa à Napolitana, Berinjela de Forno e Filé de Frango. Guarnição: Mandioca Maravilha. Fruta: Abacaxi.

 

27/08 | TERÇA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Chilluana, Almeirão, Quiabo e Salada de Feijão Fradinho. Prato Principal: Frango Assado à Mineira. Opção/Vegetariano/ México: Burrito, Abobrinha com Queijo e Filé de Frango. Guarnição: Farofa à Brasileira. Fruta: Melancia.

 

28/08 | QUARTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Salada Peruana, Rúcula, Batata Doce e Brócolis. Prato Principal: Peixe Grelhado. Opção/Vegetariano/ Peru: Lomo Saltado, Bolinho de Grão de Bico e Filé de Frango. Guarnição: Torta de Milho. Fruta: Uva.

 

29/08 | QUINTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Couve, Salada de Frango e Legumes, Beterraba e Agrião. Prato Principal: Torresmo. Opção/Vegetariano/ Venezuela: Pabellón Criollo, Hambúrguer de Soja e Filé de Frango. Guarnição: Banana Corada. Fruta: Laranja.

 

30/08 | SEXTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Salada Especial ao Molho de Mostarda, Couve-Flor, Mista de Folhas e Ervilha. Prato Principal: Escalope ao Molho. Opção/Vegetariano/ Uruguai: Assado de Tira e Filé de Frango. Guarnição: Batata Frita de Forno. Fruta: Melão.

 

Leia Mais
...
24 de agosto de 2019

Cardápio do ConViver: de 23 a 30 de agosto

Curso G9 é correalizador do Ameride 2019

PROGRAMAÇÃO

 

SEGUNDA-FEIRA | 26/08/2019

20h – Teatro Municipal Christiane Riêra: Abertura

Orquestra Experimental G9/Itajubá-Brasil Coro Mantiqueira G9/Itajubá-Brasil Il Terzetto/Tinaquillo-Venezuela Coro Loyola´s Singers/Lima-Peru Coral Femenino Harmonnía/México-México

 

TERÇA-FEIRA | 27/08/2019

15h – Escola Municipal Theodomiro Santiago

Coral Infantil da Escola Municipal Theodomiro Santiago/Itajubá-Brasil Vocalísimo/México-México

15h – Colégio XIX de Março

Coral Quem Canta Encanta do Colégio XIX de Março/Itajubá-Brasil Grupo Vocal Miscelánea/Buenos Aires-Argentina

15h – Curso G9

Coral Infantil G9 Encanto/Itajubá-Brasil Coral Femenino Harmonnía/México-México Coro Loyola´s Singers/Lima-Peru

15h – Colégio Sagrado Coração de Jesus

Coral Infantil Colégio Sagrado Coração de Jesus/Itajubá-Brasil Il Terzetto/Tinaquillo-Venezuela

20h – Segunda Igreja Presbiteriana de Itajubá

Coral Vozes da Terra/Pedralva-Brasil Coral Femenino Harmonnía/México-México

20h – Complexo Histórico e Cultural da Unifei - AARO

Coro Loyola´s Singers (Peru): Gloria de Vivaldi, com as maestrinas Panela Bonilla e Miriam Rangel no piano, e Maestro Carlos Rangel no violão 20h – Igreja Matriz Nossa Senhora da Soledade Coral Canto do Sabiá/Soledade de Minas-Brasil Câmara Coral/Itajubá-Brasil Grupo Vocal Miscelánea/Buenos Aires-Argentina

 

 

 QUARTA-FEIRA | 28/08/2019

15h – Concha Acústica da Praça Theodomiro Santiago: Concerto Especial Infanto-juvenil

Coral Infantil Colégio Anglo/Itajubá-Brasil Coral Infantil G9 Encanto/Itajubá-Brasil Coral Quem Canta Encanta do Colégio XIX de Março/Itajubá-Brasil Coral Infantil C. S. Coração de Jesus/Itajubá-Brasil

 15h – Vila Vicentina Itajubá: Concerto Social

Vocalísimo/México-México Grupo Vocal Miscelánea/Buenos Aires-Argentina Coro Loyola’s Singers /Lima-Peru

20h – Paróquia São José Operário: Concerto Especial de Ensambles Vocais

 Vocales/Itajubá-Brasil Vocalísimo/México-México Il Terzetto/Tinaquillo-Venezuela

20h – Santuário Nossa Senhora da Agonia: Concerto Especial Música Sacra

Coral Mantiqueira G9/Itajubá-Brasil Coral Femenino Harmonnía/México-México Coro Loyola’s Singers Lima/Lima-Peru Grupo Vocal Miscelánea/Buenos Aires-Argentina

  

QUINTA-FEIRA | 29/08/2019

15h – Igreja Nossa Senhora de Lourdes de Maria da Fé

Coral Infantil de Maria da Fé/Maria da Fé-Brasil Grupo Vocal Miscelánea/Buenos Aires-Argentina

15h – Paróquia São Sebastião de Pedralva

 Coral Vozes da Terra/Pedralva-Brasil Coral Alegrô/São José do Alegre-Brasil Coro Loyola´s Singers/Lima-Peru

15h – Centro Educacional Cristovam Chiaradia de Conceição dos Ouros

Coral Femenino Harmonnía/México-México

15h – Igreja Matriz de Brazópolis

Il Terzetto/Tinaquillo-Venezuela Vocalísimo/México-México

20h – Complexo Histórico e Cultural da Unifei - AARO

Maestrina Miriam Rangel e Maestrina Pamela Bonilla (Vocalísimo-México): Concerto Piano a Quatro Mãos

20h30 – Teatro Municipal Christiane Riêra: Concerto Especial Dia Internacional do Folclore

 Coral Sol Maior/São Lourenço-Brasil Coral Femenino Harmonnía/México-México Câmara Coral/Itajubá-Brasil Il Terzetto/Tinaquillo-Venezuela Grupo Vocal Miscelánea/Buenos Aires-Argentina Coro Loyola´s Singers/Peru

 

SEXTA-FEIRA | 30/08/2019

9h – Teatro Municipal Christiane Riêra: Concursos

Categoria Ensambles e Grupos Vocais Categoria Coros de Câmara e Coros

20h – Teatro Municipal Christiane Riêra: Concerto de Gala Noturna

 Grupo Vocal Miscelánea (Argentina): Estreia Nacional da Obra MANADAS.

 

SÁBADO | 31/08/2019

10h – Teatro Municipal Christiane Riêra: Concurso

Categoria Prêmio do Público

14h – Concerto Social. Santuário Nossa Senhora da Piedade

Coral Vozes de Taubaté Atitude Jovem/Taubaté-Brasil Coral por Amor/São Lourenço-Brasil Coro Morada dos Girassóis/Pouso Alto-Brasil Coral Rosa Maria Botoni/São Lourenço-Brasil Coral Vozes de Taubaté Infantil/Taubaté-Brasil Grande Coral do Rio do Janeiro/Rio de Janeiro-Brasil

16h – Teatro Municipal Christiane Riêra: Concerto de Gala

Coral Infantil 4º Laboratorinho Coral de Itajubá/Itajubá-Brasil Coral Vozes de Taubaté Infantil/Taubaté-Brasil Coral Vozes das Gerais/Itajubá-Brasil Coral Vozes de Taubaté Atitude Jovem/Taubaté-Brasil Coro Cênico UNIS/Varginha-Brasil Grande Coral do Rio de Janeiro/Rio de Janeiro-Brasil

20h30 – Teatro Municipal Christiane Riêra: Encerramento

 Vocalísimo/México-México Grupo Vocal Miscelánea/Buenos Aires-Argentina Coral Femenino Harmonnía/México-México Il Terzetto/Tinaquillo-Venezuela Coro Loyola´s Singers/Lima-Peru Grande Coral do Rio de Janeiro/Rio de Janeiro-Brasil

 

A oitava edição do Ameride – Festival Internacional de Corais irá reunir em torno de 730 coralistas, entre os dias 26 e 31 de agosto, em Itajubá: são 28 corais, de 7 países. As apresentações serão realizadas em escolas, igrejas, na concha acústica da Praça Theodomiro Santiago, Complexo Histórico e Cultural – AARO da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) e no Teatro Municipal Christiane Riêra. Todas as apresentações são gratuitas. 

A direção geral do Ameride é do maestro venezuelano Alexander Albarrán, com coordenação geral no Brasil do maestro João César da Silva, professor de Música e regente da Orquestra Experimental do Curso G9. O evento tem apoio institucional da Prefeitura de Itajubá e apoio cultural da Clin-Med Serviços Hospitalares e Sicredi. 

O Ameride é dividido em três eventos. Além do Festival Internacional de Corais, no qual diversos corais do Brasil e da América Latina irão apresentar músicas que representam a cultura de cada país, serão realizados o XIII Seminário Internacional de Regência Coral e o VI Concurso Internacional de Corais. 

O Curso G9 será representado no evento pelo Coral Mantiqueira-G9, pelo Coral Infantil G9 Encanto e pela Orquestra Experimental, que irá se apresentar na abertura do evento (veja programação completa abaixo). Também haverá a apresentação do Coral Infantil do 4º Laboratorinho Coral de Itajubá, evento realizado em julho deste ano que também é correalizado pelo G9. 

AMERIDE

O Ameride nasceu de um projeto comum do venezuelano Alexander Albarrán e do brasileiro André Carnevalli, em 2011. A ideia era desenvolver um evento socioeducativo de alta qualidade vocal e organizativa, por meio da participação de corais de toda a América Latina. 

Desde o início, o evento era organizado em São Lourenço, no Circuito das Águas mineiro. Nas cinco primeiras edições, o evento reuniu 110 grupos de Canto Coral de países como Chile, Argentina, México, Venezuela, Equador, Uruguai, Colômbia e Brasil. 

O nome AMERIDE é o resultado da combinação de dois nomes que representam as populações menos favorecidas da América Latina. AMER, de AMERíndios, e IDE de negroIDE. A intenção é render homenagem aos Ameríndios (índios americanos) e aos Negroides (negros trazidos da África como escravos), os quais são ancestrais de nosso continente americano; sem se esquecer da importante influência de países como Espanha e Portugal, o evento adquire características ibero-americanas, estando aberto a receber grupos do Velho Continente. 

A partir de 2013, Pedralva e Itajubá receberam extensões dos concertos internacionais, coordenadas pelo maestro João César da Silva – em Itajubá, as apresentações aconteceram no Curso G9. Desde 2017, o evento é realizado em Itajubá, em uma parceria do Ameride com o Curso G9.

 

Leia Mais
...
22 de agosto de 2019

Curso G9 é correalizador do Ameride 2019

Venezuela é tema de Grupo de Estudos

A outra atividade aconteceu durante a aula de Espanhol, realizada semanalmente aos alunos que se interessam por esse idioma. Alexander Albarrán apontou curiosidades da gramática e da pronúncia de sua língua mãe, desenvolvendo uma aula divertida e interativa.

Alunos do Ensino Médio do Curso G9 participam de duas atividades ministradas pelo venezuelano Alexander Albarrán, professor de Pesquisa Científica da Universidad Central de Venezuela. As atividades foram um Grupo de Estudo sobre a “Crise na Venezuela” e a outra foi uma aula prática de Espanhol. Ambas aconteceram na tarde do dia 14 de agosto. 

Na primeira atividade, Alexander Albarrán foi falar com os alunos durante o Grupo de Estudos (GE) de Geografia, que tem como objetivo discutir e debater os temas atuais da geopolítica mundial. Durante o encontro, alunos e o professor tiveram uma conversa franca sobre a realidade venezuelana. 

“Como vocês já estudaram esse tema em outros momentos, vamos fazer uma aula invertida: vocês fazem as perguntas e apontam quais são as curiosidades, que conto para vocês o meu ponto de vista sobre a crise em meu país”, disse Alexander Albarrán, ao dar o tom do bate-papo do Grupo de Estudos. 

Durante a atividade diversas questões foram levantadas como, a chegada de ajuda humanitária na Venezuela, a crise de abastecimento de gêneros de primeira necessidade, a repressão do Estado e a reação da população perante tudo que está ocorrendo no país. Esses temas também foram abordados durante palestra aos alunos dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II.

Leia Mais
...
21 de agosto de 2019

Venezuela é tema de Grupo de Estudos

TOPO