Loader Image

NOTÍCIAS

Cardápio do ConViver: de 20 a 24 de maio

 

 

20/05 | SEGUNDA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Cenoura Baby, Repolho Tropical, Milho Verde e Grão de Bico. Prato Principal: Maminha ao Alho. Opção: Frango a Espanhola, Berinjela de Forno e Filé de Frango. Guarnição: Brócolis ao Alho. Fruta: Uva.

 

21/05 | TERÇA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Couve-Flor, Rúcula e Macarronese. Prato Principal: Linguiça. Opção: Rocambole de Carne Recheado com Queijo, Bolinho de Proteína de Soja e Filé de Frango. Guarnição: Batata Frita de Forno. Fruta: Melancia.

 

22/05 | QUARTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Beterraba Ralada, Almeirão, Lentilha e Batata Doce. Prato Principal: Goulash.  Opção: Omelete e Filé de Frango. Guarnição: Mil Folhas Gratinadas.  Fruta: Goiaba

 

23/05 | QUINTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Mandioquinha, Agrião, Abobora Madura e Ovo de Codorna. Prato Principal: Lombo Assado com Abacaxi Grelhado.  Opção: Lasanha de Abobrinha e Filé de Frango. Guarnição: Chuchu Tropeiro.  Fruta: Melão.

 

24/05 | SEXTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Cenoura Ralada, Quiabo e Salada Especial. Prato Principal: Canjiquinha com Costelinha Suína.  Opção: Frango Assado, Canjiquinha com Legumes e Filé de Frango. Guarnição: Couve. Fruta: Abacaxi.

 

Leia Mais
...
17 de maio de 2019

Cardápio do ConViver: de 20 a 24 de maio

Professores fazem capacitação pela Oxford

Professoras da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I do Curso G9 participaram de Capacitação de Inglês, como parte integrante do programa Bright Futures, que é feito em parceria com a Oxford University Press.

O Bright Futures é um projeto internacional voltado para a intensificação do aprendizado da língua inglesa que, também, integra o conteúdo linguístico dessa disciplina, de forma natural, nos programas de Ciências, de Arte e de Matemática. 

Desde o início do ano letivo 2019, esse programa faz parte do currículo das turmas do Maternal II (3 anos), do Jardim I (4 anos) e do Jardim II (5 anos) do Curso G9. A carga horária é de 5 aulas semanais, com materiais adequados a cada faixa etária e com professores capacitados e fluentes em língua inglesa. 

Atualmente, os professores Marco Antonio Gomes Carneiro e Ildefonso da Silva Lemes Neto são responsáveis pelas aulas de Inglês da Educação Infantil. Para 2020, o objetivo do Curso G9 é ampliar o programa para as turmas do Ensino Fundamental I. Para isso, as professoras regentes do segmento participarão, durante o ano, de cursos de capacitação sobre como ministrar aulas em inglês. 

As turmas se reúnem semanalmente no contraturno, tanto no período da manhã, quanto da tarde, visando atingir o máximo de professoras possível.

 

 

Leia Mais
...
16 de maio de 2019

Professores fazem capacitação pela Oxford

Itajubá sediará 29º Laboratório Coral

Coralistas, arte educadores, preparados vocais e regentes de várias cidades brasileiras irão participar da 29ª edição do Laboratório Coral de Itajubá, que tem apoio cultural do Curso G9. O evento será realizado entre os dias 14 e 20 de julho, quando haverá uma apresentação especial no Teatro Municipal Christiane Riêra. 

“Receberemos os melhores músicos e profissionais do país. Será uma semana intensa, muito rica para Itajubá que, não por acaso, é conhecida como a capital mineira do Canto Coral”, disse Amaury Vieira, maestro do Coral Mantiqueira-G9 e organizador do evento. 

De acordo com o maestro, paralelo ao evento, também será realizado a 4ª edição do Laboratorinho, que irá reunir em torno de cem crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas do município. “Estamos plantando a semente e esperamos que, no futuro, frutifiquem e continuem com essa proposta”, destacou. 

“Todo apoio será bem-vindo porque, no nosso entender, a cultura é um dos maiores produtos que temos em nossa cidade”, disse. Amaury Vieira destacou que os apoios para a realização do evento podem ser em recursos ou mesmo na divulgação do Laboratório Canto Coral. Também lembrou que, ao contrário das edições anteriores, haverá a cobrança de ingresso para o espetáculo final, no valor de R$ 20,00. 

Desde a sua criação, o Laboratório Canto Coral já atendeu em torno de 2.900 cantores corais, com a atuação de 150 profissionais, em apresentações que reuniram em torno de 15 mil pessoas.

 

 

 

Leia Mais
...
15 de maio de 2019

Itajubá sediará 29º Laboratório Coral

Cardápio do ConViver: de 13 a 17 de maio

13/05 | SEGUNDA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Quiabo, Almeirão, Ervilha e Ovos de Codorna. Prato Principal: Frango à Mineira. Opção: Pernil em Cubos, Abobrinha Recheada e Filé de Frango. Guarnição: Farofa Crocante. Fruta: Abacaxi.

 

14/05 | TERÇA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Salpicão, Rúcula, Milho e Beterraba Cozida. Prato Principal: Iscas de Carne. Opção: Hot Dog de Forno, Brusqueta de Berinjela e Filé de Frango. Guarnição: Batata Rústica. Fruta: Manga.

 

15/05 | QUARTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Abobrinha, Chicória, Grão de Bico e Cenoura. Prato Principal: Peixe Grelhado.  Opção: Carne Moída com Legumes, Bolinho de Soja e Filé de Frango. Guarnição: Vagem com Ervas Finas.  Fruta: Uva.

 

16/05 | QUINTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Batata Doce, Acelga, Feijão Branco e Salada de Frios. Prato Principal: Estrogonofe de Frango.  Opção: Bisteca Suína, Pimentão Recheado e Filé de Frango. Guarnição: Batata Palha.  Fruta: Mamão.

 

17/05 | SEXTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Mista de Legumes, Repolho, Lentilha e Palmito. Prato Principal: Carne de Panela.  Opção: Drumet de Frango ao Molho de Laranja, Quibe Vegano e Filé de Frango. Guarnição: Macarrão Alho e Óleo. Fruta: Goiaba. 

Leia Mais
...
13 de maio de 2019

Cardápio do ConViver: de 13 a 17 de maio

Alunos recebem medalhas da OBMEP 2018

Quatro alunos do Curso G9 foram premiados pela classificação obtida durante a 14ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Particulares (OBMEP), realizada em 2018. Todos receberam Medalha de Bronze. 

São eles: João Pedro Tilmann de Souza (Nível 01), Thiago Taets e Sales (Nível 02) e Alice Valença de Lorenci e Leopoldo Vilella C. Ribeiro (Nível 03). A cerimônia de premiação aconteceu no Centro de Educação (Ceduc) da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), em 6 de maio, e contou com a presença de alunos de todo o Sul de Minas. 

A OBMEP é uma prova de âmbito nacional que visa instigar nos alunos a curiosidade e o amor pela Matemática e pelo estudo. Além disso, a prova incentiva os jovens a ingressarem nas universidades e a trabalharem com pesquisas científicas desde o Ensino Fundamental II. 

A prova é dividida em três níveis, de acordo com a faixa etária do aluno. O primeiro Nível é voltado para os alunos dos 6º e 7º anos do Ensino Fundamental II (EF II); o Nível 2 é para os atletas de 8º e 9º anos do EF II; e o Nível 3, para os participantes do Ensino Médio. 

Cerimônia de Premiação

“Nada melhor do que comemorar com nossos alunos as conquistas na Olimpíada justamente no dia da Matemática”, disse o professor do Curso G9, Vicente Carlos Martins, ao se referir Dia Nacional da Matemática, que se comemora em 6 de maio. 

Além do professor, o Curso G9 foi representado no evento pela diretora Pedagógica, Maria Aparecida Fernandes; pela coordenadora pedagógica do EF II, Estela Maria de Oliveira; pela assistente pedagógica do EF II, Sheila Bourdon; e pelo professor de Matemática Matheus Francisco. 

Essa premiação foi da OBMEP realizada durante o ano de 2018, que teve sua primeira fase em 21 de maio e, a segunda, em 28 de setembro. No ano de 2018, um total 465 alunos do Curso G9 participaram das diversas olimpíadas, torneios e campeonatos, acumulando um total de 68 premiações. Somente nas olimpíadas do conhecimento, os alunos conquistaram 31 medalhas e 9 menções honrosas – do total de medalhas, 8 foram de ouro, 12 de prata e 11 de bronze. 

Durante a cerimônia, o coordenador regional da OBMEP e professor da Universidade Federal de Juiz de Fora, Sandro Rodrigues Mazorche, contou um pouco sobre a olimpíada e sobre a importância que ela tem tanto para o aluno, quanto para a sociedade. 

“Ser medalhista na OBMEP deve ser motivo de muito orgulho para o aluno, para sua família e para a escola, pois não é somente uma medalha que eles ganham, mas também a oportunidade de ingressarem na iniciação científica desde o Ensino Fundamental II”, disse. 

Iniciação Científica

O coordenador regional da OBMEP contou que os alunos que foram medalhistas e que receberam menção honrosa ganham direito de participarem do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC), voltado aos alunos de Ensino Fundamental II e Ensino Médio e o Programa de Iniciação Científica e Mestrado (PICME), voltado para alunos de Ensino Superior. 

Os alunos medalhistas têm direito de entrarem nesses programas independentemente se ingressaram em um curso no Ensino Superior de Exatas ou não.

“Essa olimpíada não quer incentivar somente o estudo de Matemática, mas quer privilegiar o ensino, pois é por meio do ensino e da educação que as mudanças vão ocorrer”, destacou. 

Também participou da cerimônia o coordenador do curso de Matemática Bacharelado da Unifei, Rick Antonio Rischter. Ele disse que a universidade é “um lugar aberto para todas as pessoas” e convidou os presentes a assistirem aulas no campus e buscarem conhecer mais o ambiente acadêmico que Itajubá possui.

 

Leia Mais
...
10 de maio de 2019

Alunos recebem medalhas da OBMEP 2018

Alunos fazem homenagens às mães

Uma manhã recheada de carinho, atividades artísticas e artesanato marcou a comemoração do Dia das Mães no Curso G9. As atividades reuniram, em 4 de maio, mães, alunos, familiares, professores e coordenadoras pedagógicas de todos os segmentos da escola. 

“Foi um dia inesquecível”, disse a coordenadora da Educação Infantil, Jéssica Antunes Dias Ferreira. “O Dia das Mães é uma data muito esperada pelas crianças e pelos familiares. Celebrar esse dia é sempre uma alegria para toda comunidade escolar”, explicou a coordenadora. 

“As apresentações artísticas foram preparadas com muito carinho para aquela que, com muito amor, dedica a vida aos filhos, aconselha, dá carinho, aconchego e atenção. A emoção tomou conta de todos durante as homenagens e não foi difícil flagrar as lágrimas”, completou Jéssica. 

Homenagens

As homenagens às mães começaram às 9h, com uma apresentação de Dança e Teatro realizada por alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio que fazem parte do Grupo de Teatro e Dança do Curso G9, com aulas ministradas pelo professor Luan Fernandes. 

A próxima atividade foi a apresentação musical dos alunos da Educação Infantil, que cantaram as canções “Florzinha do Meu Jardim”, “Mamãe” e “Hugs and Kisses”. A última música foi apresentada em inglês, pois os alunos da EI participam do projeto Bright Futures, que é feito em parceria com a Oxford University Press. 

O Ensino Fundamental I continuou as homenagens com duas apresentações musicais, uma apresentada pelos alunos de 1º ano e, a outra, pelos alunos do 2º ao 5º ano. A primeira canção foi a música “Ser criança” e, a segunda, “Minha Mãe”. Para encerrar as apresentações artísticas, o aluno do 3ª série do Ensino Médio, Rafael Gelfuso Thomazini, cantou uma música em homenagem às mães. 

Logo após as apresentações, os familiares participaram de uma mesa de café da manhã com pães de queijo, frutas e bolos. Por fim, as mães dos alunos de Educação Infantil e Ensino Fundamental I participaram de uma oficina de presentes. Durante essa atividade, elas pintaram, com seus filhos, bandejas de café da manhã.

Leia Mais
...
10 de maio de 2019

Alunos fazem homenagens às mães

Brigada de Incêndio do Curso G9 faz treinamento

Atividades práticas e teóricas marcaram a manhã dos funcionários responsáveis pela Brigada de Incêndio do Curso G9. A atividade aconteceu no dia 13 de abril e contou com a presença do técnico em Segurança do Trabalho e Bombeiro Civil, Renato Lincoln. 

A Brigada de Incêndio é formada por funcionários da escola que são preparados para agir em possíveis situações de emergência. Cada funcionário é selecionado para participar de uma função específica em caso de incêndio. As funções vão desde os socorristas, que trabalham nos primeiros-socorros das vítimas, até funções de apagar os focos de incêndio e ajudar a evacuar os prédios. 

“Esse tipo de treinamento é muito importante porque mantém nossa equipe coesa, todos se ajudando e cumprindo suas funções”, disse o diretor administrativo do Curso G9, Hilson Háliz Perlingeiro, que também participou do treinamento. “É essa ajuda mútua que faz a empresa existir”, completou. 

Durante o treinamento, os funcionários ouviram dicas importantes do bombeiro civil, Renato Lincoln, sobre quais atitudes tomar em situações de emergência e de como atuar na prevenção de acidentes. 

Além disso, os funcionários também participaram de atividades práticas de simulação de incêndio, na qual a brigada devia agir rapidamente para evitar que o fogo se alastrasse. Essa simulação colocou em prova todos os conhecimentos adquiridos durante o treinamento e evidenciou a importância do trabalho em equipe da Brigada. 

Essa foi a segunda atividade voltada para a segurança interna da escola. A primeira delas aconteceu nos dias 20 e 21 de março, que foi um Curso de Primeiros-Socorros, promovido pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

Leia Mais
...
09 de maio de 2019

Brigada de Incêndio do Curso G9 faz treinamento

G9 promove 2ª edição do Intervalo Literário

A Biblioteca do Curso G9 promoveu a 2ª Edição do Intervalo Literário, projeto que visa estimular o gosto pela leitura e divulgar o acervo da biblioteca. A atividade foi realizada em 25 de abril, na área verde da escola. Paralelo ao evento, aconteceu uma mostra dos trabalhos de Literatura dos alunos dos 7º anos do Ensino Fundamental II. 

“O objetivo dessa atividade é despertar nos alunos o gosto pela leitura e o interesse em frequentar cada vez mais nossa biblioteca, que conta com um acervo riquíssimo”, contou Rejane Ribeiro de Lima, responsável pela Biblioteca do Curso G9. Aliás, o Intervalo Literário buscou apresentar esse acervo e expor os livros mais requisitados pelos alunos. 

Literatura

Com o objetivo de potencializar o desenvolvimento da leitura, o Intervalo Literário aconteceu junto com a apresentação dos trabalhos de Literatura dos alunos dos 7º anos. O trabalho consistiu na leitura de diversas obras do acervo da biblioteca, que foram pré-selecionados por Rejane Lima e pela professora de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental II, Silvânia Maria Pereira Ribeiro, a fim de obedecer à faixa etária dos alunos. 

Durante o trabalho, cada aluno escolheu uma das obras e fez uma análise literária, avaliou o livro, com uma nota de um a cinco, e escreveu uma breve resenha. 

“Esse trabalho estimula os alunos a revisitarem a biblioteca. Queremos que percebam a importância e o rico acervo do local. Há livros muito interessantes para cada faixa etária, um mundo a se explorar”, contou Silvânia. 

A primeira edição do Intervalo Literário aconteceu em 2017 e chamou a atenção dos alunos que passavam pelo pátio gramado da escola. Outro projeto pedagógico que acontece mensalmente na escola é o Intervalo Musical, que tem como objetivo mostrar as habilidades que os alunos desenvolvem durante as aulas de música na escola.

Leia Mais
...
08 de maio de 2019

G9 promove 2ª edição do Intervalo Literário

Clube de Ciências faz lançamento de foguetes

Alunos do Curso G9 realizaram a 13ª Edição da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), com foguetes construídos com materiais recicláveis, e de aula preparatória para a 22ª Edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), que acontecerá em 17 de maio. 

As atividades aconteceram nas dependências da escola e reuniram os alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio que participam do Clube de Ciências, coordenado pelos professores Matheus Francisco e Vicente Carlos da Silva. 

MOBFOG        

“Foi uma atividade muito legal, na qual a gente aprendeu bastante sobre dinâmica do foguete”, contou o aluno Lucas Tilmann de Souza, do 6º ano do Ensino Fundamental II – Turma F62. “É uma experiência única”, completou. 

A Mostra Brasileira de Foguetes é uma olimpíada experimental destinada aos alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio de escolas públicas e privadas. A MOBFOG consiste na montagem de foguetes com garrafas PET. 

No Curso G9, os alunos realizaram a montagem dos foguetes durante o mês de abril, nas aulas regulares do Clube de Ciências, que acontecem todas as quintas-feiras. Já o lançamento dos foguetes foi no dia 26 de abril, no campo da escola. 

“Esse tipo de atividade desenvolve nos alunos o gosto pela astrofísica e pela astronáutica. Outra coisa interessante é que, apesar de ser foguetes de garrafa PET, os alunos puderam ver na prática diversos conceitos da Física, como as Leis da Dinâmica e a trajetória parabólica do foguete”, contou o professor Vicente Carlos Martins. 

OBA 2019

Outra atividade que aconteceu, em 26 de abril, foi a primeira aula preparatória para a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica 2019, que está em sua 22ª Edição. O público-alvo das aulas são alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio com interesse em participar dessa olimpíada escolar. 

A OBA é uma prova que abrange o Brasil inteiro e é promovida pela Sociedade Astronômica Brasileira e a Agência Espacial Brasileira. A olimpíada desenvolve o raciocínio lógico e aguça a curiosidade dos alunos para os assuntos da astronomia e da aeronáutica. 

O Curso G9 participa da prova há 11 anos, conquistando 17 medalhas durante a Edição de 2018. 

 

Leia Mais
...
07 de maio de 2019

Clube de Ciências faz lançamento de foguetes

Alunos do 2º ano visitam o Horto Florestal

As turmas do 2º ano do Ensino Fundamental I do Curso G9 visitaram o Horto Florestal Anhumas, com o objetivo de complementar as atividades, em sala de aula, das disciplinas de História, Geografia  e Ciências. A atividade aconteceu nas tardes do dia 12 e 22 de abril. 

A aula-passeio foi parte do trabalho interdisciplinar do primeiro bimestre, que tratava sobre os 200 anos do município.  Os alunos discutiram sobre os pontos turísticos de Itajubá e fizeram uma comparação entre os dois parques da cidade.  Estudaram ainda sobre a diversidade de  plantas e sobre a importância do cuidado com o meio ambiente. 

“A visita ao Horto Florestal é uma proposta de vivência diferente da apresentada em sala de aula”, disse uma das professoras que acompanhou as turmas, Vanessa Maduro de Almeida Dalla Rosa. “Essa atividade gera nos alunos uma conscientização sobre a importância do cuidado que devemos ter com o meio ambiente”, completou. 

Para o aluno Lucas Rodrigues Leite, da Turma F21, o passeio foi “legal e produtivo”: “Tem muita coisa da natureza que eu não conhecia e, esse passeio, foi muito legal porque eu gosto de descobrir coisas novas”, disse. 

João Victor de Almeida Santos, também da Turma F21, disse que gostou do passeio porque “conhecemos várias plantas e bichos e aprendemos que não podemos matar a natureza”. 

Agora, os alunos irão realizar uma produção de texto e criar um álbum de fotos como forma de conclusão do trabalho proposto pelas professoras.

Leia Mais
...
06 de maio de 2019

Alunos do 2º ano visitam o Horto Florestal

Cardápio do ConViver: de 6 a 10 de maio

05 | SEGUNDA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Acelga, Beterraba, Lentilha e Nabo. Prato Principal: Lasanha de Peito de Frango Defumado. Opção: Linguiça Assada, Pimentão Surpresa e. Guarnição: Cenoura Sautée. Fruta: Mamão.

 

07/05 | TERÇA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Salpicão, Couve-flor e Milho. Prato Principal: Bife Acebolado. Opção: e Filé de Frango à Milanesa e Filé de Frango. Guarnição: Ratatouille. Fruta: Melancia.

 

08/05 | QUARTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Brócolis, Maionese, Chicória e Cenoura. Prato Principal: Pernil Grelhado. Opção: Torta de Legumes e Filé de Frango. Guarnição: Repolho Refogado. Fruta: Melão.

 

09/05 | QUINTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Ervilha, Salada Marroquina, Rúcula e Chuchu. Prato Principal: Carne ao Molho Escuro. Opção: Escondidinho de Frango, Berinjela Recheada e Filé de Frango. Guarnição: Espaguete ao Sugo. Fruta: Manga.

 

10/05 | SEXTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Mugango, Pepino, Grão de Bico e Almeirão. Prato Principal: Lombo Assado. Opção: Torresmo, Hambúrguer de Soja e Filé de Frango. Guarnição: Couve Refogada. Fruta: Melão.

Leia Mais
...
04 de maio de 2019

Cardápio do ConViver: de 6 a 10 de maio

Alunos em palestra sobre animais peçonhentos

O médico veterinário José Roberto da Silva Filho ministrou palestra e levou animais peçonhentos durante a aula dos alunos do 6º ano do Ensino Fundamental II do Curso G9. A atividade, em 24 de abril, integra o trabalho interdisciplinar dos alunos. 

As turmas estão estudando sobre os idosos, o ciclo de vida e a expectativa de vida dos humanos. Durante o projeto, eles estudaram as causas de mortes naturais e não naturais. Durante as discussões em sala de aula, surgiu a ideia de levar algum profissional para falar sobre os animais peçonhentos, como serpentes, escorpiões e aranhas. Com isso, os professores acharam interessante unir o assunto visto em sala de aula com uma palestra sobre prevenção de acidentes com esses animais. 

“Sair do comum, da aula tradicional e proporcionar uma vivência diferenciada é uma maneira de despertar a curiosidade das turmas e uma possibilidade de levar aos alunos uma nova visão do assunto tratado em sala de aula”, e despertar a curiosidade neles”, explicou a professora de Ciências, Camila Aparecida dos Santos Pereira. Ela é uma das orientadoras do trabalho, junto com o professor de Matemática Vicente Carlos Martins. 

O médico veterinário é professor no curso de Medicina Veterinária da Fundação de Ensino e Pesquisa de Itajubá (Fepi). Durante a atividade, ele apresentou aos alunos um pouco sobre cada animal peçonhento, os tipos de veneno, como o veneno age no organismo humano e quais não geram risco às pessoas. Ao final, os alunos puderam ver e tocar alguns desses animais, uma experiência única para muitos alunos.

 

 

Leia Mais
...
02 de maio de 2019

Alunos em palestra sobre animais peçonhentos

Alunos fazem apresentação de Páscoa

Atividades lúdicas marcaram as comemorações de Páscoa dos alunos da Educação Infantil do Curso G9. A apresentação de uma peça teatral e a Saída Musical, realizadas nos dias 12 e 17 de abril, reuniu professores, pais e amigos dos alunos. 

A primeira atividade realizada foi um teatro encenado pelas professoras e monitoras da Educação Infantil. A peça contava o motivo pelo qual o coelho da Páscoa foi escolhido para entregar os ovos de chocolate para as crianças. 

Já a Saída Musical, que teve como tema a Páscoa, contou com a apresentação de algumas canções populares sobre essa data. Além das músicas em português, os alunos também apresentaram uma canção em inglês – tendo em vista o trabalho realizado com os alunos por meio do projeto Bright Futures, que é feito em parceria com a Oxford University Press. 

Além disso, os alunos foram presenteados com um porta-retratos com uma foto tirada em um cenário de Páscoa. A coordenadora da Educação Infantil, Jéssica Antunes Dias, contou um pouco sobre esse presente que os alunos receberam: “Geralmente, presenteávamos os alunos com chocolate, mas sabemos que, nessa época do ano, eles já recebem muitos doces. Por isso, resolvemos dar esse porta-retratos, como forma de marcar essa data de uma forma diferente. Além de muito significativo, também é um lindo objeto de decoração para a casa dos nossos pequenos”, explicou.

Leia Mais
...
29 de abril de 2019

Alunos fazem apresentação de Páscoa

Cardápio do ConViver: de 29/04 a 03/05

 

 

29/04 | SEGUNDA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Agrião, Mugango, Cenoura Baby e Repolho Tropical. Prato Principal: Iscas de Carne Bovina. Opção: Peixe Grelhado e Filé de Frango. Guarnição: Macarrão com Molho Branco e Brócolis. Fruta: Uva.

 

30/04 | TERÇA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Beterraba Cozida, Escarola, Mista de Legumes e Milho. Prato Principal: Estrogonofe de Carne. Opção: Abobrinha Recheada com Queijo e Filé de Frango. Guarnição: Batata Palha. Fruta: Mamão.

 

01/05 | QUARTA-FEIRA

FERIADO

 

02/05 | QUINTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Rúcula com Ovos de Codorna e Macarronese. Prato Principal: Pernil em Cubos com Geleia de Abacaxi com Pimenta.  Opção: Frango Assado e Filé de Frango. Guarnição: Virado de Vagem com Ovos.  Fruta: Manga.

 

03/05 | SEXTA-FEIRA

Salada: Alface, Tomate, Couve, Vinagrete, Laranja e Abobora Madura. Prato Principal: Feijoada. Opção: Omelete de Forno e Filé de Frango. Guarnição: Farofa de Proteína de Soja. Fruta: Abacaxi.

 

Leia Mais
...
27 de abril de 2019

Cardápio do ConViver: de 29/04 a 03/05

G9 promove debate sobre desafios da inclusão

Fábio Aurélio Marchelo e Fabrícia de Biaso Campos focaram a apresentação, durante a mesa redonda, no aspecto da inclusão escolar. O juiz de Direito destacou as mudanças ocorridas com Estatuto da Pessoa com Deficiência, criado pela Lei Nº 13.146, de 6 de julho de 2015.

O estatuto visa a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais da pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania. “Há várias decisões recentes, de março deste ano, em favor de pais que se sentiram prejudicados pelo não atendimento ao estatuto. Isso porque, no que cabe às escolas, é necessário que o estatuto perpasse todo o projeto pedagógico”, disse. 

Fabrícia de Biaso Campos destacou a importância de a escola estar preparada para atender a todos, cada um com suas necessidades. “Todas a vezes que falamos de educação de qualidade, falamos de educação inclusiva, e o G9 tem essa preocupação em seu projeto pedagógico”, afirmou.

Profissionais das áreas de educação e saúde de Itajubá e de cidades da região participaram da Mesa Redonda “A inclusão na escola e seus desafios”, promovida pelo Serviço de Educação Inclusiva (SEI) do Curso G9. O evento, que reuniu em torno de cem pessoas, aconteceu nesta quarta-feira, 24 de abril, na Sala do Pré-vestibular (PV). 

A mesa de debates foi composta pelos seguintes profissionais: Eduardo Hideo Sato, pós-graduado em Engenharia Elétrica e Eletrônica; Fábio Aurélio Marchelo, juiz de Direito; Fabrícia H. R. de Biaso S. Campos, psicopedagoga clínica, mestre em Educação Inclusiva e Políticas de Educação; Glauber Márcio Luz, licenciado em Química, professor e pai de aluno do Curso G9; Juliana Caminha Noronha, mestre em Administração, mãe de aluno do Curso G9; e Maria Aparecida Fernandes, diretora Pedagógica do Curso G9. A mediação foi do professor do Curso G9, Petrus Ricetto. 

“Toda educação de qualidade é inclusiva e a escola é um ambiente inclusivo, com suas falhas, sim. Mas enfrentamos o desafio diário de estarmos corrigindo essas falhas, numa construção com a comunidade escolar”, disse Maria Aparecida Fernandes. “Escola inclusiva é aquela que garante a qualidade de ensino educacional a cada um de seus alunos, a todos, reconhecendo e respeitando as diversidades”, completou. 

Atividades

A mesa redonda marcou o encerramento da terceira edição do Mês do Bem-Querer, uma série de atividades realizadas na escola sobre a importância da inclusão social e sobre o respeito às diferenças. Houve atividades pedagógicas em salas de aula em 21 de março, Dia Internacional da Síndrome de Down, e em 2 de abril, Dia Mundial de Conscientização do Autismo, quando foram refletidas com todas as turmas a importância do respeito à diversidade. 

Também no dia 2 de abril, houve uma edição especial do projeto Saída Musical, com alunos do 1º ano do Ensino Fundamental I e do Coral G9 EnCanto, que apresentaram quatro canções à comunidade escolar com temática de inclusão. 

Outra ação foi uma Sessão do Cineclube para os alunos do Ensino Fundamental II, que assistiram ao filme “Primeiro da Classe”, cujo personagem principal, desde a infância, sofre preconceitos devido a Síndrome de Tourette. 

Inclusão Social

Eduardo Sato e Juliana Caminha, pais de alunos do Curso G9, abordaram a importância de a escola e a sociedade estarem preparadas para que a inclusão seja “algo natural”. “A inclusão precisa começar em casa, quebrando preconceitos. Na verdade, nunca estamos preparados para ter um filho com algum tipo de deficiência”, explicou Eduardo Sato. “Outra coisa importante é se cercar de bons profissionais desde o início, pedir ajuda. Depois, fazer esse acompanhamento também no ambiente escolar”, completou. 

Para Juliana Caminha, é fundamental que todos, pais e profissionais, “não tenham medo de errar, de perguntar e de tentar compreender maneiras de se fazer a inclusão como algo normal”. “O que é ser normal? Estou à procura de alguém assim”, disse, ao completar: “todos somos diferentes uns dos outros, temos necessidades diferentes; assim, também ocorrer com uma criança autista”, exemplificou. 

Já Glauber Luz, que tem diagnóstico TDHA (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade), o mais importante é fugir de “rótulos, laudos e CID – Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde”. “Precisamos reaprender a olhar o outro e estar aberto a compreender cada um com suas diferenças. Precisamos de afetividade e dialogia, que a arte de saber conversar com o outro”, destacou. 

Inclusão Escolar

Leia Mais
...
26 de abril de 2019

G9 promove debate sobre desafios da inclusão

Orquestra Experimental se apresenta no Inatel

Uma experiência diferente para os músicos da Orquestra Experimental do Curso G9. Eles acompanharam a palestra do maestro e professor, João César da Silva, no auditório do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), de Santa Rita do Sapucaí, em 13 de abril. O tema foi “A Física no Lúdico”, voltado aos alunos da Faculdade de Física da instituição. 

“A apresentação foi um desafio para mim e para a orquestra”, explicou o professor. “Procurei falar da Física dentro da Música, como ondas estacionárias, série harmônica, superposição harmônica, ciclo de quintas, escala logarítmica, propriedades fisiológicas do som etc. Tudo com muita música, experiências e interação com o público. Acredito que fica mais fácil compreender Música ao entender o fenômeno acústico”, disse. 

Para os músicos da Orquestra, continuou João César, houve toda uma preparação durante as aulas, que acontecem sempre às sextas-feiras. “A apresentação foi muito interessante, a começar por ter ocorrida dentro de um teatro, com uma ótima acústica. Sem contar que o público estava preparado para ouvir, tanto a palestra como as canções que escolhemos para apresentar”, completou. 

“Os alunos compraram a ideia desde o começo e deram um show nas interações e nas apresentações. Uma das melhores apresentações que já montamos, com canções de Led Zeppelin a Fred Mercury”, ressaltou. 

Para o aluno Rafael Gelfuso Thomazini, “a experiência foi muito boa porque todos da plateia estavam interessados na palestra, e o João César conseguiu prender muito bem a atenção deles, dando um tom bem leve e interessante para as explicações”. “Para mim, como um integrante da orquestra foi muito gratificante, estávamos muito bem preparados e fizemos uma ótima apresentação”, completou.

 

Leia Mais
...
25 de abril de 2019

Orquestra Experimental se apresenta no Inatel

TOPO