Loader Image
Educação Infantil
(Pré-Maternal, Maternal e Jardim)


A Educação Infantil, primeira etapa da Educação Básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até seis anos de idade, considerando como pressupostos pedagógicos os processos cognitivos, afetivos e sociais.

Para que o desenvolvimento físico, emocional, social e cognitivo aconteçam é preciso a união de dois princípios fundamentais: o Educar e o Cuidar.


O Cuidar está relacionado tanto aos aspectos biológicos – alimentação, higiene, sono e saúde – como também à dimensão afetiva do ser – ambiente seguro, segurança emocional, oportunidades de expressão e de satisfação da curiosidade intelectual.


O Educar significa propiciar situações de brincadeiras e aprendizagens orientadas de forma integrada e que possam contribuir para o desenvolvimento das capacidades infantis de relação interpessoal, de ser e estar com o outro em uma atitude básica de respeito, aceitação e confiança, e o acesso pelas crianças aos conhecimentos mais amplos da realidade social e cultural.


Assim, na Educação Infantil, por meio da brincadeira, essência dessa fase educacional e da intervenção do professor, a criança se apropria de signos sociais para a compreensão dos objetos, para a percepção dos elementos da natureza e dos acontecimentos sociais e ainda para o equilíbrio afetivo da criança. Enfim, ao brincar, os conceitos se criam os significados se transformam e a aprendizagem acontece. Por isso, a brincadeira é ação principal na educação infantil.

Quadro Curricular

Elaborado segundo as orientações do Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil (RCNEI). Os projetos pedagógicos propostos contemplam o contato das crianças com os elementos da cultura que enriquecem o seu desenvolvimento e a sua inserção social, por meio de aprendizagens diversificadas, prazerosas, realizadas em situações de interação e organizadas em âmbitos e eixos.


No âmbito Identidade e Autonomia, a criança vivenciará experiências que visam a garantir a construção do sujeito. Implica atividades permanentes para o desenvolvimento de capacidades de natureza global e afetiva das crianças. Pretende-se que as crianças aprendam a conviver, a ser e a estar com os outros e consigo mesmas, numa atitude de aceitação, de respeito e de confiança.


No âmbito de Conhecimento de Mundo, desenvolvem-se as diferentes linguagens das crianças e as relações que estabelecem com os objetos de conhecimento. As atividades colocam a criança em contato com os elementos da cultura, acervos de produção simbólica, científica e social da humanidade.


O conhecimento de mundo é abordado através das seguintes áreas:

  • Linguagem oral e escrita
  • Matemática
  • Natureza e Sociedade
  • Artes e Movimento



< VOLTAR

TOPO