Loader Image

NOTÍCIAS

Curso G9 adota plataforma virtual para manter aulas aos alunos

O Curso G9, preocupado em minimizar possíveis perdas pedagógicas com a quarentena determinada pelos órgãos oficiais do País, a partir desta segunda-feira, 30 de março, toma as seguintes providências nos diferentes segmentos:

 

ENSINO FUNDAMENTAL II, ENSINO MÉDIO E PRÉ-VESTIBULAR

Adota mais uma plataforma tecnológica. Trata-se da Geekie One, que integra conteúdo didático à tecnologia com intencionalidade pedagógica, possibilitando um contato virtual entre professores e alunos. Os recursos dessa parceria darão suporte aos materiais pedagógicos, que já são parte da rotina dos dois segmentos.

 

Na Geekie One, os alunos terão a oportunidade de continuar o processo de aprendizagem em um espaço virtual, com dinamismo, interação com os professores do Curso G9 em tempo real, metodologia adequada ao ensino nesse ambiente, flexibilidade, interface amigável, possibilidade de acompanhamento dos pais e da escola junto aos estudos, produções e resultados dos estudantes, mais dados para tomada de decisão pedagógica e a possibilidade de manter o estudante no centro da ação didática, favorecendo a aprendizagem de cada um.

 

“Estávamos trabalhando essa parceria com a Geekie One há um ano, mas tivemos que agilizar o processo em decorrência da suspensão das aulas. Nesse aspecto, estamos tranquilos porque já conhecíamos a ferramenta”, disse o diretor de Planejamento do Curso G9, Giovanni Henrique Faria Floriano. De acordo com o diretor, os professores e toda equipe do colégio foram capacitados na última semana. Também terão o suporte técnico necessário da empresa parceira nesse momento de adaptação.

 

“Essa dinâmica, certamente, potencializará os estudos em casa e os avanços na formação integral de cada estudante. Tais fatores serão determinantes para um produtivo retorno às aulas presenciais, minimizando possíveis perdas pedagógicas”, explicou a diretora Pedagógica do Curso G9, professora Maria Aparecida Fernandes. “Gostaríamos de ressaltar que o acréscimo dessa plataforma é seguro, pois as atividades são planejadas, pedagogicamente bem estruturadas e executadas com a participação dos professores do Curso G9”, completou.

 

“Todos nós estamos aprendendo com a nova ferramenta, mas acreditamos que isso não será problema para os nossos alunos, já acostumados ao uso de plataformas digitais”, disse a coordenadora do Ensino Fundamental II, Estela Maria de Oliveira. Para a coordenadora do Ensino Médio e Pré-vestibular, Marcia Gil de Souza, as aulas virtuais e atividades estão sendo planejadas para que os alunos mantenham o foco e a disciplina nos estudos. “É fundamental manter a rotina de estudos nesse momento; por isso, a equipe estará em constante aperfeiçoamento para oferecer o melhor para cada turma”, disse Marcia Gil.

 

Nos dois segmentos, haverá aulas virtuais e encontros por videoconferência, que reunirão professores e alunos em horários pré-agendados. A Geekie One permite ainda aos docentes inserir outros conteúdos, como vídeos, apresentações e textos.

 

Todas as mudanças foram comunicadas às famílias por meio de cartas e videoconferências, realizadas nos dias 26 e 27 de março. Os encontros foram conduzidos pelos diretores Maria Aparecida Fernandes, Giovanni Henrique Faria Floriano e Hilson Háliz Perlingeiro; a assessora da diretoria, Alba Valéria Rennó; as coordenadoras pedagógicas do Fundamental II, Ensino Médio e Pré-vestibular; e um dos sócios da Geekie One, Eduardo Bontempo. Os pais também receberam toda a programação para a primeira semana de aulas virtuais.

 

EDUCAÇÃO INFANTIL

“No nosso segmento, enviamos, por meio de aplicativos de mensagens, sugestões de leituras, jogos, brincadeiras e entretenimentos pedagógicos para que as crianças realizem em casa, durante o período de suspensão das aulas”, disse a coordenadora pedagógica da Educação Infantil, Jéssica Antunes Dias.

 

Além disso, a partir desta segunda-feira, 30 de março, o segmento também irá utilizar o recurso tecnológico que possibilitará às crianças assistirem a aulas gravadas e também online. “Haverá encontro virtual com as crianças para que não percam o vínculo com os professores e com os colegas de turma, além de continuarem o processo de ensino e aprendizagem nesse período de quarentena”, completou.

 

ENSINO FUNDAMENTAL I

A coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental I, Nilcéia Julliana Ribeiro de Carvalho Pereira, disse que está potencializando o uso dos recursos tecnológicos já disponíveis ao segmento, como a plataforma Moderna Compartilha, bem como irá adotar novas ferramentas a partir desta segunda-feira, 30 de março – uma delas é o Hangout Meet, da empresa Google, que permite a realização de videoconferência. É nesse espaço virtual que serão realizadas as aulas com os alunos.

 

“Toda equipe está empenhada e se esforçando para elaborar e realizar atividades as mais interativas possíveis. Isso para despertar o interesse de nossos alunos durante esse período atípico em que estamos vivendo”, ressaltou a coordenadora.

 

Na plataforma da Moderna, já foram compartilhados vídeos para incentivar os alunos a terem disciplina para o cumprimento de horários e das atividades online e aulas virtuais, que complementam o que é estudado nos livros.

 

O contato com as famílias está sendo realizado por aplicativo de mensagens, por telefone e por e-mail.

 

Leia Mais
...
28 de março de 2020

Curso G9 adota plataforma virtual para manter aulas aos alunos

Reunião de Pais do Ensino Médio e PV

A coordenação pedagógica do Ensino Médio do Curso G9 realizou reunião de pais e mestres com todas as turmas do segmento e do Pré-vestibular (PV). Os encontros aconteceram nos dias 4 e 7 de março e abordaram diversos temas, de acordo com o projeto pedagógico de cada turma.

 

“Esses encontros, logo no início do semestre letivo, são muito importantes e proveitosos porque podemos apresentar a proposta pedagógica do segmento e ouvir as expectativas das famílias para este ano”, explicou a coordenadora do Ensino Médio e do PV, Marcia Gil de Souza.

 

Foram duas reuniões, uma para as turmas de 1ª e 2ª séries e outra para as turmas da 3ª série e do Pré-vestibular porque os alunos estão em momentos diferentes na formação educacional. O primeiro encontro, das séries iniciais do Ensino Médio,  aconteceu na noite do dia 4 de março, e tratou assuntos como os desafios do segmento, amadurecimento dos alunos nesta fase da vida e funcionamento das atividades e avaliações desse segmento. Foi apresentada também a proposta do G9 para atender às exigências da Lei 13.415/2017, relativa à reforma do Ensino Médio, em especial os “Itinerários Formativos”, traduzidos em Oficinas e Grupos de Estudo realizados no contraturno.

 

Já a segunda reunião foi realizada em 7 de março. Durante o encontro, os familiares participaram de um momento de café com seus filhos, o que proporcionou um momento de intimidade e de interação. Essa reunião teve foco diferente da primeira, pois era voltada para os alunos que estão encerrando o ciclo do Ensino Médio. Os principais temas abordados nesse encontro foram as dificuldades e angústias que vem nesse final de ciclo, os simulados e métodos de estudo e, além disso, as atividades comemorativas de conclusão do Ensino Médio.

 

Leia Mais
...
16 de março de 2020

Reunião de Pais do Ensino Médio e PV

Professora do Curso G9 é homenageada pela Câmara Municipal

A professora de Inglês do Curso G9, Patricia Andrade Magalhães, foi uma das homenageadas pela Câmara Municipal de Itajubá com a Comenda Vereadora Maria de Lourdes Sanches Coelho. O evento, que marcou as comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, foi realizado no Teatro Municipal Christiane Riera, em 5 de março.

 

“Sinto-me honrada e orgulhosa em partilhar este momento com pessoas tão ilustres, de tão grande valor, guerreiras do dia a dia: Engenheiras, advogadas, médicas, educadoras, jornalistas, profissionais liberais, líderes comunitárias; mas, acima de tudo, mulheres. Merecedoras do mais profundo respeito pela profissão que exercem e pela nobre função de avós, de mães, de filhas, de companheiras, de amigas. Mulheres que, com muito diálogo e grande persistência, têm conquistado importantes espaços em nossa sociedade”, disse Patrícia Magalhães durante o seu discurso.

 

A professora do Curso G9 fez questão de agradecer à sociedade itajubense que, há 25 anos a acolhe com “carinho e respeito” e aos colegas educadores desta cidade, “com quem venho compartilhando os desafios e as alegrias de nossa nobilíssima profissão”.

 

“Sou educadora porque acredito que a educação é um dos pilares que sustenta nossa sociedade. Vivo isso no meu dia a dia de professora e posso garantir que é muito gratificante perceber nos alunos o olhar que brilha e  o sorriso que emana diante da descoberta do conhecimento, advindo de uma educação séria e comprometida com os verdadeiros valores, os quais mudam atitudes e ajudam a construir uma sociedade mais justa e fraterna”, ressaltou a professora.

 

HOMENAGENS

Patrícia Magalhães recebeu a homenagem por indicação do vereador Renato Moraes. Isso porque cada parlamentar indica uma mulher para receber a Comenda Vereadora Maria de Lourdes Sanches Coelho.

 

Também receberam a homenagem as seguintes profissionais: Alessandra Torquato Faria, voluntária na Área de Assistência Social; a dona de casa Benedita Costa Chiaradia; a professora Elizabete Cristina Gonçalves Storino; a economista Elza Maria de Barros Lucchesi; Emileni Castellani Carvalho da Silva, agente comunitária de Saúde; Lucrécia Carvalho Batista da Mota e Camanducaia; médica neurologista; a carroceira Maria do Carmo Silva Ribeiro; a dona de casa Maria Helena Moreira Torres; Meire Esper Kallás, empresária e advogada; Neide Aparecida Ribeiro Hiene, psicopedagoga; Nilda Maria Bitencourt, apresentadora e colunista social; a jornalista Patrícia de Assis Vasconcellos; a atleta Rosângela Raimunda Pereira Faria; a professora Rosani Rezende Borges; e Vera Lúcia Pereira Rodrigues Alves, pastora e Conselheira Tutelar.

Fotos: Câmara Municipal de Itajubá

Leia Mais
...
12 de março de 2020

Professora do Curso G9 é homenageada pela Câmara Municipal

Coronavírus e Dengue em debate no Ensino Médio

A recém-descoberta do Coronavírus e a posterior epidemia, batizada pela Organização Mundial da Saúde como Covid-19, e o surto de dengue que tem assolado o Brasil, em especial Minas Gerais, foram temas de palestra aos alunos do Ensino Médio do Curso G9, em 5 de março. O objetivo do encontro foi apresentar como a dengue se prolifera e como o vírus da gripe funciona, o que é a doença e seus sintomas e quais são as formas de transmissão.

 

A palestra foi ministrada pelo professor de Biologia do Curso G9, Tadeu Carlos da Silva, que explicou sobre os vírus em geral, mostrando a estrutura desses seres acelulares, e dessa recente descoberta. Durante a palestra, Tadeu Silva apresentou aos alunos outras epidemias que aconteceram no último século, relacionando-as com o novo coronavírus. Além dessa temática, o professor falou sobre a Dengue, como ela se propaga, como evitar e um breve histórico a respeito dessa doença.

 

De acordo com o professor, é importante que se entenda sobre a Covid-19, que assusta o Brasil e o mundo, tanto do ponto vista pessoal – para se prevenir da doença – quanto pedagógico, uma vez que o assunto poderá vir a ser tema dos vestibulares. Ele também reforça a ideia da dengue enquanto uma doença muito mais séria do que o Coronavírus, caso não cuidemos com rigor da prevenção ambiental, enquanto cidadãos.

 

Sobre o Coronavírus

O COVID-19 é um vírus em formato de coroa que causa infecções respiratórias. O período de incubação, que é o tempo que leva para aparecer os sintomas, pode variar de 2 a 14 dias após a infecção.

 

O Coronavírus pode ser transmitido através de gotículas de saliva, pelo espirro, pela tosse, pelo catarro, pelo aperto de mão e por contato com objetos contaminados. Os principais sintomas são problemas respiratórios, como a tosse, pneumonia, dificuldade de respirar e a febre.

 

Os métodos mais eficazes para se prevenir contra esse vírus são: lavar as mãos com sabonete ou álcool por ao menos 20 segundos; evitar coçar a boca, o nariz e os olhos com a mão não lavada; evitar o contato com pessoas infectadas; utilizar máscara cirúrgica em locais públicos onde tem um grande fluxo de pessoas; higienizar frequentemente objetos e superfícies que são tocados com frequência; e ficar em casa quando estiver doente.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil confirmou 25 casos do novo coronavírus até a tarde de domingo (8 de março). Do total, 21 são casos importados e 4 com transmissão no país. O ministério ainda aguarda os resultados de 663 casos suspeitos.

 

Sobre a Dengue

Enquanto a maior preocupação de todos está voltada para o novo coronavírus, o número de vítimas de Dengue, uma doença já bastante conhecida, tem aumentado significativamente no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, até 1º de fevereiro de 2020 foram registrados 94.149 casos de dengue no país, sendo confirmados 14 óbitos — 2 no Acre, 1 em Minas Gerais, 2 em São Paulo, 3 no Paraná, 2 do Distrito Federal e 4 no Mato Grosso do Sul. A faixa etária acima de 60 anos concentra metade dos óbitos confirmados por dengue. Essa situação preocupa por causa de doenças similares como Zika e Chikungunya.

 

O professor Tadeu deu algumas sugestões para combater a dengue: não deixar poças d´água em potes de flor ou similar. Colocar areia, que absorve a água; cuidar de objetos como pneus, caixa d´água, vasilhas, que podem receber água de chuva e virar um criadouro de larvas da dengue; usar repelentes específicos, que protegem contra a dengue. A informação está disponível nos rótulos. "Mas não abuse. Como os produtos são fortes, é preciso ter cautela e seguir as orientações dos rótulos"; e usas telas nas janelas para impedir a passagem do mosquito.

 

 

 

Leia Mais
...
10 de março de 2020

Coronavírus e Dengue em debate no Ensino Médio

"Quarto de Despejo” é tema de trabalho interdisciplinar

Grupo de Estudos de Literatura marcou o início do Trabalho de Linguagens dos alunos da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio (EM) do Curso G9. O trabalho abordará o livro “Quarto de Despejo”, de Carolina Maria de Jesus, e terá avaliações durante todo o ano de 2020.

 

A obra conta a história de uma catadora de materiais recicláveis que viveu na favela do Canindé, localizada na capital paulista. O livro é formado por 20 diários escritos pela autora entre os anos de 1955 e 1960 e expõe, de maneira crua e real, a desigualdade social que ainda perdura no Brasil.

 

Por ser uma obra com relevância história, “Quarto de Despejo” é cobrado no vestibular da Unicamp – Universidade Estadual de Campinas, o que motivou a escolha desse livro para o trabalho interdisciplinar do Ensino Médio.

 

O objetivo desse trabalho é que, ao final do ano, os alunos apresentem uma adaptação teatral da obra, apresentando o contexto vivido nas favelas paulistanas, respeitando o lugar de fala da autora. Para cumprir esse objetivo, cada bimestre terá uma atividade avaliativa diferente, que vai desde a releitura do livro e a escrita em gênero teatral, que utilizará o inglês e o espanhol nas falas dos personagens além do português, até a organização do evento de apresentação da peça, que terá o cenário montado na aula de Arte, num conceito de reaproveitamento de material. Essa apresentação acontecerá no final do ano e será aberto para os pais.

 

O trabalho interdisciplinar envolve os professores Regiane Ramos, que ministra as aulas de Literatura; João Sita, de Redação; Anabel Faria, de Arte; Luan Fernandes, responsável pelas aulas de Teatro e Dança; Patrícia Magalhães, professora de Inglês; e Eloiza Nunes, de Espanhol.

 

Leia Mais
...
09 de março de 2020

"Quarto de Despejo” é tema de trabalho interdisciplinar

Mesa redonda reúne turmas do 2º ano

Mesa redonda marcou a reta final dos trabalhos das turmas do 2º ano do Ensino Fundamental I para a Feira do Conhecimento, cujo tema é 150 anos da Tabela Periódica – “O Mapa da Química”. 

O encontro reuniu cinco médicos, que conversaram com os alunos sobre o subtema pesquisado: “Os elementos químicos e o sistema locomotor”. A atividade aconteceu na tarde do dia 30 de agosto. 

Os convidados foram Candice Dala Rosa Soares, Fernanda Tames Zambrana Enomoto, Lívia Carvalho Rodrigues, Raphael da Costa David e Thalita Amaral Amaro, todos pais de alunos da Turma F21. 

Durante todo o projeto da feira, os alunos estudaram sobre o sistema locomotor e as funções do esqueleto. Os profissionais da mesa redonda contribuíram, especialmente, para informar aos alunos sobre a importância de alguns elementos químicos para a saúde do nosso corpo. 

Durante a atividade, os alunos tiveram a oportunidade de fazer várias perguntas e, de forma bem interativa, ampliar os conhecimentos.

Fonte: Agência Contexto

Leia Mais
...
24 de setembro de 2019

Mesa redonda reúne turmas do 2º ano

Ensino Médio faz Oficina de Sabão e Sabonete

Alunos da 1ª série do Ensino Médio do Curso G9 deram continuidade à Oficina de Sabão/ Sabonete, que havia começado no semestre passado. A atividade faz parte do projeto interdisciplinar de Ciências Naturais e tem como tema principal a Sustentabilidade. A segunda etapa dessa atividade aconteceu em 5 de setembro, no Laboratório de Ciências do colégio. 

“Com esse tipo de projeto, os alunos percebem a questão do dimensionamento, de planejar uma atividade futura. Eles entendem todo o processo que devem seguir para conseguir a produção”, disse o professor de Química do G9, Glauber Luz. “Além disso, aprendem sobre a questão do mercado consumidor, pois um dos produtos tem um foco maior na venda, então tem que chamar a atenção esteticamente e o outro tem um foco na usabilidade, então deve render mais e ser mais durável”, explicou. 

Para o professor, “o mais importante é que os alunos veem como a química se aplica na produção artesanal e que também pode despertar vocações tanto na área de química quanto na área de planejamento e administração”, disse. 

Oficina

No primeiro semestre de 2019, os alunos foram ao Laboratório de Química da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) para aprender como fazer sabão utilizando óleo, soda cáustica e outros elementos químicos. 

Depois de aprenderem como fazer o sabonete, decidiram pela produção em larga escala para venderem o produto no Bazar Solidário – todo o recurso será aplicado no Projeto Natal Solidário, que acontece no final do ano.

Fonte: Agência Contexto 

Leia Mais
...
24 de setembro de 2019

Ensino Médio faz Oficina de Sabão e Sabonete

Tabela

Os 150 anos da Tabela Periódica é tema da Feira do Conhecimento 2019 do Curso G9. O evento, que será aberto à visitação pública nos dias 12 e 13 de setembro, tem como slogan “Tabela Periódica: O Mapa da Química”. 

A Feira do Conhecimento é o maior e mais tradicional projeto pedagógico do Curso G9 que, neste ano, está em sua 25ª edição. A atividade envolve alunos do Maternal à 2ª série do Ensino Médio em trabalhos de pesquisa, separados por subtemas (veja abaixo), que começam logo no início do ano letivo. 

Durante o trabalho de levantamento de dados e informações, os alunos participam de palestras, seminários e visitas técnicas. Este ano, houve seminário sobre Química, palestra sobre Radioatividade, plantio de feijões na horta da escola e experiências químicas, entre outras atividades.

Ao final, apresentam as pesquisas realizadas a uma banca de avaliação, formada por professores, coordenadoras pedagógicas, diretores e convidados. Além disso, há uma equipe responsável pela ambientação externa da escola durante a Feira do Conhecimento, que acontecerá em setembro. Essa equipe é formada por alunos das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio, com a orientação da professora de Arte, Anabel Faria Floriano Ribeiro.

Confira os subtemas da Feira do Conhecimento do 2019:

 

AMBIENTAÇÃO

O papel fundamental da Química na evolução das artes plásticas – na descoberta e produção de tintas e no uso dos metais, minerais e rochas nas esculturas

 

EDUCAÇÃO INFANTIL

Elementos na diversão – Turmas do MaternalElementos químicos na alimentação – Turmas do Jardim

 

ENSINO FUNDAMENTAL I

Cálcio e a saúde dos dentes e dos ossos – Turma F11 e F12Os elementos químicos e o sistema locomotor – Turmas F21 e F22Alumínio, o metal eternamente reciclável – Turmas F31 e F32Da ciência para minha casa – Turmas F41 e F42Por que o cobre é o metal mais utilizado na condução de energia elétrica? – Turmas F51 e F52

 

ENSINO FUNDAMENTAL II

Sódio: mocinho ou vilão para a humanidade? – Turma F61Os elementos químicos da Terra explicam a ausência de vida em Marte? – Turma F62Como o ouro e a prata levaram o homem a explorar novas terras – Turma F71Como a busca por elementos valiosos escravizou populações em diferentes momentos da história – Turma F72Elementos radioativos: histórias, perspectivas e mitos (Benefícios da Radiação) – Turma F81Elementos radioativos: histórias, perspectivas e mitos (Malefícios da Radiação) – Turma 82Estrelas: O útero onde são gerados os elementos – Turma F92Metais pesados: não vivemos sem eles, mas morremos com eles – Turma F91

 

ENSINO MÉDIO

Elementos químicos e suas ações preventivas e corretivas no tratamento do câncer – Turma M11Química, tecnologia e inovação – nanociência – Turma M12A corrida espacial e a busca por elementos químicos novos/conhecidos – Turma M21O trem de ferro das Minas Gerais – Turma M22

Fonte: Agência Contexto

Leia Mais
...
06 de setembro de 2019

Tabela

TOPO