Alunos dos 8º anos estudam o coração

09/07/2019

A atividade envolveu pesquisas, estudos, experiências e uma roda de conversa para tornar o conteúdo mais atrativo para os alunos.

Alunos do 8º ano do Ensino Fundamental II do Curso G9 realizam trabalho sobre problemas relacionados ao sistema circulatório. A atividade envolveu pesquisas, estudos, experiências e uma roda de conversa com o objetivo de tornar o conteúdo mais atrativo para os alunos. 

“O interessante dessa atividade foi apresentar os vários problemas e doenças que a gente nunca iria ver em um caderno ou em uma apostila. Aprendemos praticamente o funcionamento da maioria dos sistemas do corpo.”, disse o aluno da Turma F81, Athos Pereira Marinho. “Com esse trabalho, deu para sintetizar muito tempo de estudo em poucas aulas”, completou. 

Durante o segundo bimestre, os alunos do 8º ano trabalharam sobre os mais diversos problemas circulatórios. Eles foram divididos em grupos, e cada grupo escolheu alguma doença ou problema relacionado ao coração para realizar sua pesquisa. 

“Essa foi uma atividade muito interessante. Descobri várias doenças que a gente pode ter um dia. E foi muito bom discutir junto sobre os mais diversos problemas que o sistema cardiovascular pode apresentar”, contou Breno Henrique Oliveira Silva, da Turma F81. 

Exemplo Prático


Um dos alunos da turma foi diagnosticado com a Síndrome do Bebê Azul ao nascer, que é uma má formação no sistema cardiovascular e pode levar à morte se o recém-nascido não passar por algumas cirurgias. Isso despertou o interesse dos colegas e do próprio aluno, que pesquisaram com curiosidade sobre o assunto. 

“Foi muito legal falar sobre a doença. Durante o trabalho, a professora fez várias perguntas e tive que pesquisar e descobri várias coisas que eu não sabia. E com isso consegui responder às perguntas dos meus colegas e as minhas.”, contou o aluno Daniel Costa Barros, Turma F81, que foi diagnosticado com a síndrome ao nascer. 

No dia da apresentação do trabalho, houve uma roda de conversa, na qual cada aluno relacionava o problema cardiovascular estudado com o que estava sendo falado. Durante a atividade, os alunos fizeram uso de tablets, celulares e computadores, com o objetivo de averiguar as informações e pesquisar respostas para as perguntas feitas. 

“O que gostei desse trabalho foi que, enquanto a maioria das apresentações de slides é aquela coisa formal, essa não foi; ela aconteceu em formato de discussão e deu para gente interagir e aprender bastante”, contou, empolgado, o aluno Enrico Menezes Navarro, Turma F81. 

Além disso, também tiveram alunos que fizeram experiências para mostrar o conteúdo estudado para os colegas. Como exemplo, temos o aluno da Turma F82, Henrique Guimarães Pedrosa. Henrique fez uma representação de como funciona o transplante de medula, utilizando-se de elementos simples, como gelatina e calda de sorvete.

“Foi um experimento bacana de fazer, pois envolveu uma parte de conhecimento que nós, do 8º ano, não tínhamos tanto domínio, por ser algo bem avançado. Então, fazer o experimento em uma área que eu não conhecia foi muito legal por causa desse desafio”, explicou Henrique. 

A professora de Ciências Biológicas do G9, Pollyanna M. Freitas Leite, contou um pouco sobre o projeto: “A proposta da atividade foi promover a discussão e a pesquisa. O principal objetivo era que os alunos se questionassem ao final do trabalho sobre o quanto desse conhecimento que eles tiveram eles podem levar para a vida”.

 

Fonte: Agência Contexto



Voltar

Curso G9

Curso G9

Endereço

Avenida Doutor Jerson Dias, 175
Estiva - CEP 37500-279
Itajubá - MG

Telefone: (35) 3623-1877